Total de visualizações de página

Só Jesus Cristo salva!

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Firmes na liberdade

Resultado de imagem para filmes livres em jesus    Estai, pois, firmes na liberdade com que Cristo nos libertou, e não torneis a colocar-vos debaixo do jugo da servidão. Gálatas 5:1.

Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: adultério, prostituição, impureza, lascívia, idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro como já antes vos disse que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus. Gálatas 5:19-21.
E os que são de Cristo crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências. Se vivemos em Espírito, andemos também em Espírito. Gálatas 5:24-25.
O crente do passado sabia certinho o que era pecado, quase em todos os cultos de “doutrinas”, assim eram conhecidos, falavam abertamente sobre o pecado; muitos crentes de hoje parecem não conseguir mais listar o que é pecado; o pecado sempre será pecado e se alguém não sabe discernir isso, peça a Deus e Ele lhe mostrará o caminho em que deves andar.  O diabo não perde tempo, ele tem cegado cada vez mais o entendimento das pessoas, para que não vejam o que é pecado.  “Nos quais o deus deste século cegou os entendimentos dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de Deus”. 2 Coríntios 4:4.
 Todos os homens estavam sob o jugo do pecado por serem descendentes de Adão. Paulo disse: "Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus" Romanos 3: 23.
 A liberdade do jugo da servidão está no conhecimento da verdade, E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará”. João 8:32.
De acordo com o que Paulo escreveu aos gálatas, a imoralidade sexual é um jugo de servidão.
Na tradução da linguagem de hoje encontramos assim: “As coisas que a natureza humana produz são bem conhecidas. Elas são: a imoralidade sexual”...
“Portanto deixará o varão o seu pai e a sua mãe e apegar se á à sua mulher, e serão, ambos uma carne”. Gn 2.24.
A família foi à primeira instituição humana na terra formada por Deus. Ao se unirem no matrimonio o casal passa ser unidos em corpo e alma. O matrimonio é o único estado no qual um homem e uma mulher podem praticar o ato de relação sexual aprovado por Deus, o que passar disto é procedência maligna.
“Venerado seja entre todos os matrimônios e o leito sem macula; porém aos que se dão à prostituição e aos adultérios Deus os julgará”. Heb 13.4.
O crente precisa ser moral e sexualmente puro, (puro Gr hagnos ou amiantos), significa livre de toda macula da lascívia. (II Co 11.2; Tt 2.5; I Pd 3.2). O termo refere se a abstenção de todos os atos e pensamentos que incitam desejos incompatíveis com a virgindade e a castidade ou com os votos matrimonias da pessoa. Refere se também ao domínio próprio e a abstenção de qualquer atividade sexual que contamina a pureza da pessoa diante de Deus. Isso abrange o controle do corpo em santificação e honra (I Ts 4.4) e não em concupiscência (I Ts 4.5). (Bíblia de Estudo Pentecostal, pag.1921-Padrões de moralidade sexual).
Para escrever esse capitulo, fiz uma importante pesquisa com pessoas de idade diferente, queria mesmo saber o que elas pensam a respeito da imoralidade sexual; vejam o que me responderam:
“Vejo a imoralidade sexual sendo a homossexualidade, o adultério e o descumprimento da castidade”. Karine dos Santos / 21 anos.
“Para mim a imoralidade sexual se resume no sexo sem amor, feito de qualquer jeito e fora do casamento, pois a vida sexual só é licita entre um homem e uma mulher casados. Um casal diante de Deus não faz sexo de qualquer maneira, tem que haver respeito e amor de ambas às partes”. Marlene Cesário /46 anos.
“A imoralidade sexual é um sexo sem compromisso de uma união não aprovada por Deus. Pois a vida sexual aprovada por Deus deve ter comum acordo entre duas pessoas que são unidas pelo casamento”. Milayne Monise / 23 anos.
“Pelo meu conhecimento, imoralidade sexual se trata de adultério, suruba, ménage, descumprimento da castidade, sexo sem compromisso, sexo anal, oral, traição e o sexo no casamento deve ser feito com amor entre marido e mulher e ter fidelidade ao ponto de confiar completamente um no outro”. Adriane Assunção / 16 anos.
No capitulo 18 de Levitico, encontramos uma lista de proibições, quanto à imoralidade sexual. (versão contemporânea).
Lv. 18
V. 6 parentes próximos, v.7 filho com mãe, v. 8 neto com avó, v.9 irmão com irmã, v.10 avô com neta, v.11 meio irmãos, v.12-14 sobrinhos e tios, v.15 sogro e nora, v.16 cunhados, v.17-18 Parentas próximas umas das outras, v.19 no período menstrual, v.20 com a mulher do vizinho, v.22 homem com homem, v.23 homem com animal.
Um dos casos no relato Bíblico foi o pecado de Judá, (Gn.38), Judá filho de Jacó, era casado com uma mulher Cananeia e tinha com ela três filhos, Er, Onã e Selá. Er o mais velho casou se com Tamar; mais este era perverso perante o Senhor e o Senhor o matou. Naquela época era desonroso um homem não deixar filhos e foi o que aconteceu com Er; Onã seu irmão assumiu a viúva e dar lhe filho para herdeiro de er, era seu dever, só que, Onã quis fugir dessa tradição e sendo assim a herança de Er viria para ele, Onã, por estar assumindo o seu lugar. Este quando tinha relações sexuais com sua esposa, para não engravida La deixava o semêm cair na terra e o Senhor que tudo vê, o matou. Agora a viúva é obrigada a esperar pelo caçula Selá, mais este ainda era muito menino, então por ordem de seu sogro, ela voltou para a casa de seus pais e esperou a idade certa de Selá; mais aconteceu que quando este já era moço formado, pronto para se casar, o seu pai Judá esqueceu ou nem se quer importou em cumprir com a obrigação de casa ló com Tamar. Ao passar Judá pela cidade de Tamar, esta tirou as vestes de viúva e vestiu se meretriz e enganou seu sogro Judá, o qual teve relações com ela, esta por sua vez, pediu como paga pelo seu serviço, um selo, um cordão e um cajado, todos pertenciam a Judá; alguns meses depois, quando Judá ficou sabendo que sua nora estava grávida, deu ordem de execução, pois assim mandava a lei, ele ficou furioso porque Tamar não havia comprido seu trato de esperar seu filho Selá, só porque o que Judá não sabia, é que foi ele com sua imoralidade que engravidou sua nora e agora se viu em apertos, teve que liberar o perdão a Tamar, que mostrou a todos os seus executa dores de quem eram aqueles pertences e eles sabedores que pertenciam ao Judá, nada puderam fazer; Tamar foi absolvida e livre de sua sentença e Judá nunca mais pois os olhos em sua nora; Tamar deu a luz gêmeos e lhes chamou Perez e Zera.  O diabo muito lutou para fazer toda essa tragédia na família de Judá, mais Deus, pois ordem nesta história e Perez o filho de Judá veio a ser um dos antepassados de Jesus Cristo, (Mt 1.3).
Desvia de mim o caminho da falsidade, e concede-me piedosamente a tua lei. Salmos 119:29.
O caso de Davi (II Sm 11.). Andando no terraço de seu palácio, o rei Davi foi seduzido pela beleza de Bate Seba, mulher de Urias, depois o rei não sossegou, quis saber quem era a linda mulher, em seguida quis conhece La melhor e daqui a pouco já havia saciado sua sede de imoralidade sexual; mais não parou por ai, aconteceu o pior, o rei mandou matar Urias o marido de Bate Seba, e esta ainda por cima de tudo, estava grávida, a criança morreu, e Davi só reconheceu seu pecado, quando o profeta Natã lhe deu uma dura, ai o rei caiu em si e se arrependeu, o Senhor ainda teve misericórdia de Davi e concedeu a oportunidade de ser pai de Salomão que quer dizer: (Jedadias: O amado pelo Senhor, cap. 12).
Não retires de mim, SENHOR, as tuas misericórdias; guardem-me continuamente a tua benignidade e a tua verdade. Salmos 40:11.
Pois tu, Senhor, és bom, e pronto a perdoar, e abundante em benignidade para todos os que te invocam. Salmos 86:05
A obsessão de Amnom, (II Sm 13). Amnom filho de Davi obcecou se por Tamar sua meia irmã, ao ponto de fingir se de doente e pedir para ser cuidado por ela, pois este foi o modo que ele encontrou para se aproximar de sua Irma, uma vez que as moças eram criadas separadas dos irmãos, de outros homens e guardadas pelas servas, e uma das razões para isso era guardar a virgindade, pois esta era uma condição muito apreciada em Israel, uma mulher desonrada não era apta a ser entregue em casamento honroso. Esse costume acompanhou a igreja de Cristo por muito tempo, e o que deveria ainda estar vigorando com as moças evangélicas, mais nem todas respeitam mais essa dignidade de se conservarem puras para o casamento, parece até que guardar a virgindade virou motivo de zombaria e caretice. Amnom aproveitando da oportunidade de ter sua irmã Tamar por perto, sendo ele homem forte, violentou a sexualmente, ao terminar seu ato imoral, ele a expulsou de seu aposento como se fosse uma vadia. Tamar perdeu sua honra e talvez sua chance de ter um casamento honroso, tudo indica que agora Tamar foi protegida por seu irmão Absalão, que furiosamente, mandou matar Amnom. Tudo isso acabou em tragédia familiar, tanto que o rei Davi pranteou essas tragédias todos os dias de sua vida. Não vale a pena pecar, pois o pecado traz desavença e destruição em nossos lares.
Portanto, cingindo os lombos do vosso entendimento, sede sóbrios, e esperai inteiramente na graça que se vos ofereceu na revelação de Jesus Cristo;1 Pedro 1:13
A imoralidade de Herodes. (Mc 6.17-29). João Batista era profeta corajoso e dizia sem medo de errar, o que tivesse da parte de Deus para dizer. A qualquer um, a qualquer hora e em qualquer lugar, para João não fazia a diferença, “não te é licito possuir a mulher de teu irmão”, era o que ele dizia a Herodes, Herodias a cunhada de Herodes não gostava nenhum pouquinho disso, pois isto atrapalhava seus planos maquiavélicos, e na primeira oportunidade, ela realizou seu desejo de vingança contra o profeta, na ocasião da festa de aniversario de Herodes, ela fez com que sua formosa filha dançasse para todos os convidados e alegrasse a todos, inclusive a Herodes, esse por sua vez resolveu oferecer em gratidão um bom presente a menina, ainda que fosse metade de seu reino, e ela por ordem da mãe, pediu a cabeça de João Batista; e assim se fez, trouxeram, a cabeça do profeta em um prato, o prato da imoralidade sexual.
Considera, pois, a bondade e a severidade de Deus: para com os que caíram, severidade; mas para contigo, benignidade, se permaneceres na sua benignidade; de outra maneira também tu serás cortado.Romanos 11.22.
A mulher adúltera (João 8. 1-11), aquele que não tem pecado, seja o primeiro a atirar pedra, essa foi à frase que Jesus disse aos acusadores da mulher que fora apanhada em flagrante adultério, eles tinham um conceito formado, pegar Jesus como um não cumpridor da Lei, ou pega ló no consentimento de apedrejamento mortal, sendo que ele pregava o amor, Jesus foi quem deixou eles todos confusos, pois cada um olhava para si próprio e pensava, se eu jogar a pedra primeiro, estou dizendo que não tenho pecado e isso todos sabem que é mentira, então o certo é abandonar a pedra, e com isso todos deixaram as pedras da acusação. Jesus disse a mulher, agora vai e não peques mais e ela passou a servir a Jesus. O ser humano é quem escolhe ser ou não ser perdoado, pois Jesus é misericordioso e está pronto para nos perdoar desde que haja arrependimento.
Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida; e habitarei na casa do Senhor por longos dias.Salmos 23: 6.
Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Antes tem o seu prazer na lei do SENHOR, e na sua lei medita de dia e de noite. Salmos 1:1-2.
Façamos todos os dias esta oração: “Fortalece-me Senhor com o teu Espírito, pois sem ti não sou nada”.

O pecado é a causa do fracasso!
Quer ter sucesso? Ande em fidelidade com Deus! 


Aconselhamento cristão por Rosa Dias








Nenhum comentário:

Postar um comentário