Total de visualizações de página

Só Jesus Cristo salva!

sexta-feira, 31 de maio de 2013

“Tirando as pedras do caminho” I Reis 17 e 18

Então Elias, o tisbita, dos moradores de Gileade, disse a Acabe: Vive o SENHOR Deus de Israel, perante cuja face estou, que nestes anos nem orvalho nem chuva haverá, senão segundo a minha palavra. 1 Reis 17:1
Introdução
Elias era capaz de ou ouvir o que o Senhor estava planejando fazer. Tanto o rei Acabe como o povo de Israel se tornaram rebeldes ao Senhor, deixaram de adorar o Deus verdadeiro para se prostrarem diante do falso deus Baal; o povo que deveriam estar avivados no Senhor, pelo contrário, estavam mortos espiritualmente, Deus usou o profeta Elias para lhes apregoar o arrependimento e endireitar o caminho, mais eles não deram ouvido e então sobreveio lhes o castigo, a grande seca chegou conforme profetizara o profeta; Israel inteiro se viu em confusão, o juízo de Deus veio sobre o povo, foi terrível, houve seca por três anos e meio, o gado pereceu, os cavalos foram dizimados, as ovelhas morreram, o azeite cessou e a farinha acabou; não havia pão e a água era racionada, E disse Acabe a Obadias: Vai pela terra a todas as fontes de água, e a todos os rios; pode ser que achemos erva, para que em vida conservemos os cavalos e mulas, e não percamos todos os animais”. 
1 Reis 18:5
.
Durante esse tempo de seca o rei Acabe travou uma procura intensa ao profeta Elias, procurou por todo canto da terra para mata ló, afinal foi dos lábios dele que fora pronunciada a grande seca “nestes anos, nem orvalho, nem chuva haverá, senão segundo a minha palavra”, se o rei lançasse mão do profeta, com certeza o mataria se acaso não chovesse, o profeta tinha a missão de levar o povo a obedecer a Deus acima de todas as coisas e reconhece lo como único Senhor, se a chuva caísse antes dessa conversão, eles iriam acreditar que Baal era o deus verdadeiro, e para que isso acontecesse foi preciso o profeta enfrentar alguns desafios, esses desafios eram como pedras pelo caminho, uma vez que o povo reconhecesse Deus como único Senhor, à chuva cairia.
Deus quer acabar de vez com a seca espiritual que esta no meio do povo dele, mais para acabar com a seca, tem que chover, só a chuva do Espírito Santo, avivara a igreja do Senhor. Sugiro aqui que venhamos a tirar três pedras do caminho, para vermos a chuva do Senhor cair sobre nós e nos molhar de poder.
“Tirando as pedras do caminho”
1ª. A pedra que é baal.
Baal era um grande obstáculo, para que a chuva caísse, esse deus falso tomou o lugar do Deus verdadeiro nos corações do povo; foi feito o desafio, essa primeira pedra teria que ser removida, se Elias conseguisse provar que baal não era deus, então o povo passaria acreditar em Deus.
 “Então disse Elias ao povo: Só eu fiquei por profeta do SENHOR, e os profetas de Baal são quatrocentos e cinquenta homens.
Dêem-se-nos, pois, dois bezerros, e eles escolham para si um dos bezerros, e o dividam em pedaços, e o ponham sobre a lenha, porém não lhe coloquem fogo, e eu prepararei o outro bezerro, e o porei sobre a lenha, e não lhe colocarei fogo.
Então invocai o nome do vosso deus, e eu invocarei o nome do SENHOR; e há de ser que o deus que responder por meio de fogo esse será Deus. E todo o povo respondeu, dizendo: É boa esta palavra.
E disse Elias aos profetas de Baal: Escolhei para vós um dos bezerros, e preparai-o primeiro, porque sois muitos, e invocai o nome do vosso deus, e não lhe ponhais fogo.
E tomaram o bezerro que lhes dera, e o prepararam; e invocaram o nome de Baal, desde a manhã até ao meio dia, dizendo: Ah! Baal, responde-nos! Porém nem havia voz, nem quem respondesse; e saltavam sobre o altar que tinham feito.
E sucedeu que ao meio dia Elias zombava deles e dizia: Clamai em altas vozes, porque ele é um deus; pode ser que esteja falando, ou que tenha alguma coisa que fazer, ou que intente alguma viagem; talvez esteja dormindo, e despertará.
E eles clamavam em altas vozes, e se retalhavam com facas e com lancetas, conforme ao seu costume, até derramarem sangue sobre si.
E sucedeu que, passado o meio dia, profetizaram eles, até a hora de se oferecer o sacrifício da tarde; porém não houve voz, nem resposta, nem atenção alguma”. 
1 Reis 18:22-29,
Não bastava somente provar que baal era falso, Elias teria que provar também, que seu Deus era o Deus verdadeiro.
“Então Elias disse a todo o povo: Chegai-vos a mim. E todo o povo se chegou a ele; e restaurou o altar do SENHOR, que estava quebrado.
E Elias tomou doze pedras, conforme ao número das tribos dos filhos de Jacó, ao qual veio a palavra do SENHOR, dizendo: Israel será o teu nome.
E com aquelas pedras edificou o altar em nome do SENHOR; depois fez um rego em redor do altar, segundo a largura de duas medidas de semente.
Então armou a lenha, e dividiu o bezerro em pedaços, e o pôs sobre a lenha.
E disse: Enchei de água quatro cântaros, e derramai-a sobre o holocausto e sobre a lenha. E disse: Fazei-o segunda vez; e o fizeram segunda vez. Disse ainda: Fazei-o terceira vez; e o fizeram terceira vez;
De maneira que a água corria ao redor do altar; e até o rego ele encheu de água.
Sucedeu que, no momento de ser oferecido o sacrifício da tarde, o profeta Elias se aproximou, e disse: O SENHOR Deus de Abraão, de Isaque e de Israel, manifeste-se hoje que tu és Deus em Israel, e que eu sou teu servo, e que conforme à tua palavra fiz todas estas coisas.
Responde-me, SENHOR, responde-me, para que este povo conheça que tu és o SENHOR Deus, e que tu fizeste voltar o seu coração.
Então caiu fogo do SENHOR, e consumiu o holocausto, e a lenha, e as pedras, e o pó, e ainda lambeu a água que estava no rego.
O que vendo todo o povo, caíram sobre os seus rostos, e disseram: Só o SENHOR é Deus! Só o SENHOR é Deus”! 1 Reis 18:30-39
A primeira pedra estava removida; qual será o baal que esta te impedindo de ser avivado? Talvez você tenha gritado ao Senhor, por um avivamento, ido ao monte, orado, jejuado, lido a Bíblia todos os dias, frequentado festas congregacionais, ouvido grandes pregadores avivalistas, mais nada da chuva do avivamento cair na sua vida, quem sabe você fica até vendo o membro do seu lado ser cheio, mais você nada, porque isto esta acontecendo? É porque ainda tem baal no seu caminho, ele pode ser o apego exagerado aos bens financeiros, aos familiares, ao perflexionismo, a religiosidade, ao julgamento do próximo, a vaidade excessiva, a mente carregada das impurezas da televisão e da internet, a idolatria com pregadores, pastores e cantores, que tal você a partir de agora, estudar você mesmo e descobrir qual é o baal que esta te atrapalhando ser avivado?
2ª.  A pedra da exaltação.
O ribeiro de Quison ainda estava vermelho do sangue dos profetas de Baal, quando Elias subiu ao monte Carmelo para orar, ele subiu até o ponto mais alto que podia chegar, inclinou ali com humildade ao Senhor, pois o rosto entre os joelhos e orou a Deus.“E Acabe subiu a comer e a beber; mas Elias subiu ao cume do Carmelo, e se inclinou por terra, e pôs o seu rosto entre os seus joelhos”. 1 Reis 18:42  O profeta não chegou ao monte gritando “ei Deus, agora é a sua vez, eu determino que chova”, ele subiu ali e  prostou  na presença do Senhor, se diminuiu, se aquebrantou, ele adorou a Deus. O orgulho atrapalha o homem de ser avivado, nunca devemos chegar a presença do altíssimo como pessoas que se acham merecedoras de alguma coisa da parte de Deus, devemos chegar a ele, sabendo que não merecemos nada dEle, mais pela misericórdia, quem sabe alcançaremos, devemos reconhecer que somos necessitados de sua graça e assim passaremos a ter experiências profundas no espírito Santo.
3ª. A pedra da incredulidade.
 “Então disse Elias a Acabe: Sobe, come e bebe, porque há ruído de uma abundante chuva”. 1 Reis 18:41
Elias não tinha dúvida alguma que ia chover, ele tratou logo de avisar o rei Acabe, que a chuva ia descer, será que esta pedra da duvida por acaso não tem te impedido de receber o avivamento de Deus? A dúvida atrapalha tudo, creia tão somente que você será avivado e isto te basta, mais creia do fundo do seu coração. “Elias acreditava cem por cento que a chuva ia descer, E disse ao seu servo: Sobe agora, e olha para o lado do mar. E subiu, e olhou, e disse: Não há nada. Então disse ele: Volta lá sete vezes.
E sucedeu que, à sétima vez, disse: Eis aqui uma pequena nuvem, como a mão de um homem, subindo do mar. Então disse ele: Sobe, e dize a Acabe: Aparelha o teu carro, e desce, para que a chuva não te impeça.
E sucedeu que, entretanto, os céus se enegreceram com nuvens e vento, e veio uma grande chuva; e Acabe subiu ao carro, e foi para Jizreel.
E a mão do SENHOR estava sobre Elias, o qual cingiu os lombos, e veio correndo perante Acabe, até à entrada de Jizreel”. 1 Reis 18:43-46
O moço nada via, mais Elias sim, ao dizer o moço que via apenas uma pequena nuvem do tamanho da mão de mão, Elias já se alegrou, ele sabia que a chuva ia descer. Tire a duvida do seu coração, creia que a chuva do avivamento vai descer sobre você, vença as pedras que estão no teu caminho, tenha ouvidos sensíveis para ouvir o ruído das águas que vão cair sobre você, crente avivado, crente cheio de poder, e poder para vencer todas as lutas desta vida, a nossa vida espiritual depende de nós e não dos nossos lideres, somos nós que temos que buscar o avivamento do Senhor.
Por vossa irmã em Cristo Rosa Dias



Nenhum comentário:

Postar um comentário