Total de visualizações de página

Eventos Evangélicos

quinta-feira, 30 de junho de 2016

Livro infantil-Minha Casa, Minha vida

Livro infantil 'Minha Casa, Minha vida", escritora Rosa Dias. Publicado pela editora Kelps.
Nesse livro conto a história de três amiguinhas cristãs, uma abelhinha por nome Duda que construiu sua casa própria na areia, e também tem como personagem sua amiguinha Nina a ovelhinha, que construiu sua casa própria na rocha, ambas são visitadas por Lola a formiguinha amiga,... a história deu pano pra manga... 

São vinte páginas de aventuras 

Gostaria que esses fantochinhos cristãos ficassem conhecidas no Brasil, levando a palavra de Deus aos corações de nossas crianças,... e você pastor (a) líderes e visitantes do meu blog poderão me ajudar nessa carreira da fé. 
Juntos podemos infiltrar a palavra de Deus nesse nosso Brasil evangelizando nossas crianças 
 
Adquira já!!!  
Valor por unidade R$10,00 para todo território nacional.
Pedido mínimo 10 unidades.

1. Faça seu depósito na conta: Agencia 2289 (Caixa Econômica Federal) Operação: 001     C/C 00034327-3  em nome de Rosa Dias dos Anjos Carvalho

2. Envie para rosadiasac@hotmail.com: uma via do comprovante de depósito, confirme a quantidade de livros e endereço corretamente com CEP para onde devemos enviar seu pedido. 

Maiores informações: rosadiasac@hotmail.com ou 62 99188 2681(Chamada e WhatSap)

Obs. Pagamos a despesa postal.

Por vossa irmã em Cristo Rosa Dias 
à escritora.





quarta-feira, 15 de junho de 2016

‘A Igreja Carece De Um Grande Avivamento’ Joel 2:28

E há de ser que, depois derramarei o meu Espírito sobre toda a carne, e vossos filhos e vossas filhas profetizarão, os vossos velhos terão sonhos, os vossos jovens terão visões. Joel 2:28
Introdução
Avivamento é a convicção do pecado e arrependimento, seguido de um intenso desejo de viver em obediência a Deus. É a entrega da vontade a Ele em profunda humildade. (Charles Grandison Finney-avivalista nos EUA)
*Na Europa após o século XVI, em 1670 na Alemanha, o pastor Philip Spener organizou reuniões com estudos bíblicos e orações nas casas, fundaram assim os campos missionários. Em 1727 começaram então a buscar o Senhor em oração e de repente houve um derramar do Espírito Santo sobre eles; houve choros e quebrantamento até nas crianças, esse avivamento durou mais de cem anos.
*Jonathan Edwards e George Whitefield, grandes avivalistas, trouxeram o avivamento para a Nova Inglaterra (EUA), houve conversões de trinta a quarenta mil almas.
*Século XVIII 1837-1899 nos EUA, mais de quinhentas mil almas se renderam a Cristo; o inicio deste avivamento se deu com doze crianças que frequentaram a E.B.D, dirigidos pelo avivalista D.L. Moody.
*Através de Evan Roberts, Smith’sWeekly, o avivamento de Gales foi um dos mais impressionantes moveres de Deus de todos os tempos, em poucos meses um pais inteiro foi transformado, mais de cem mil almas aceitaram ao Senhor Jesus como Salvador e a noticia se espalhou pelo mundo inteiro.
*Missouri-EUA-24 de março de 1996 em uma cidade da roça, com uma população de apenas 532 habitantes foi impactada pelo sobrenatural de Deus, todo aquele povo foram avivados; a noticia se espalhou e dentro de quatro anos mais de 250 mil pessoas visitaram aquela pequena igreja da roça.
A igreja carece de um grande avivamento
Esses avivamentos citados acima são apenas alguns, muitos outros aconteceram, e por um período deixou de acontecer, mas a igreja do Senhor Jesus carece de um grande avivamento. A Igreja pode ser arrebatada agora mesmo, nesse exato momento, mas enquanto aguardamos com expectativa esse maravilhoso evento, devemos buscar então o avivamento para nossas almas, esperamos que esse avivamento venha com toda potencia, desbravando tudo pela frente e envolvendo milhares de pessoas. Esse tão sonhado avivamento tem que ser buscado urgentemente pelos santos, a igreja já esta para ser raptada pelo Noivo, ela vai embora e precisa de avivamento para tal ocasião. O avivamento traz o arrependimento, o reconhecimento do pecado, pois este é o que impede a comunhão com Deus e sem o arrependimento ninguém vera o Senhor. Jesus não precisa esperar um grande avivamento na sua igreja para poder arrebata lá, nós é que precisamos desse avivamento para não ficarmos aqui quando Ele voltar.
O grande avivamento começa em mim
Porque ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; ainda que decepcione o produto da oliveira, e os campos não produzam mantimento; ainda que as ovelhas da malhada sejam arrebatadas, e nos currais não haja gado;
Todavia eu me alegrarei no Senhor; exultarei no Deus da minha salvação.
O Senhor Deus é a minha força, e fará os meus pés como os das cervas, e me fará andar sobre as minhas alturas.

O profeta Habacuque  escreveu o seu livro pouco antes do seu povo ser subjugado pelos babilônios e levado cativo. O povo de Israel estava em declínio espiritual. É nossa obrigação orar por um avivamento mundial, nesses últimos dias que antecedem a volta de Cristo.
O grande avivamento começará por uma pessoa, essa pessoa sou eu. Diga: Sou eu! É, começa por alguém e quero que seja eu! Diga: Que seja eu! O avivamento começara em mim no momento em que eu tiver intimidade com Cristo e não perde lá mais; na hora em que desgarrar das coisas deste mundo e viver para o Senhor, no dia em que eu buscar essa transformação de verdade e eu a buscarei com pranto, jejuns, leitura Bíblica, santidade, obediência a Deus, arrependimento dos pecados e oração constante; esse será o dia em que ‘o grande avivamento’ se dará inicio na face da Terra, no dia da minha decisão. Se todos decidirem no Senhor ser, o primeiro avivado, num só dia a brasa viva do Espírito Santo acenderá a face da Terra. Faça da oração, da santidade e da leitura Bíblica um hábito de todos os dias!
Fé... A chama do grande avivamento
Ora, a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não veem.
Porque por ela os antigos alcançaram testemunho.
Pela fé entendemos que os mundos pela palavra de Deus foram criados; de maneira que aquilo que se vê não foi feito do que é aparente.
Pela fé Abel ofereceu a Deus maior sacrifício do que Caim, pelo qual alcançou testemunho de que era justo, dando Deus testemunho dos seus dons, e por ela, depois de morto, ainda fala.
Pela fé Enoque foi trasladado para não ver a morte, e não foi achado, porque Deus o trasladara; visto como antes da sua trasladação alcançou testemunho de que agradara a Deus.
Ora, sem fé é impossível agradar-lhe; porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam.
Pela fé Noé, divinamente avisado das coisas que ainda não se viam, temeu e, para salvação da sua família, preparou a arca, pela qual condenou o mundo, e foi feito herdeiro da justiça que é segundo a fé.

A chama do ‘grande avivamento‘ é a fé; sem ela é impossível agradar a Deus. Ela nos mantém de pé.
Pela fé Abel ofereceu maior sacrifício do que Caim. O sacrifício de Abel agradou o Senhor, ele tinha comunhão com o Senhor e pela fé ele ofereceu maior sacrifício a Deus, sabendo que Ele receberia, Abel era um homem avivado, a passagem nos mostra que Caim também oferecia sacrifícios ao Senhor, mas o seu sacrifício foi em vão; Caim representa os ímpios, aqueles que não estão em comunhão com o Senhor. A fé nos leva a prestar maior sacrifício ao Senhor do que o ímpio. Pela fé jejuamos, oramos e obedecemos e nos dedicamos mais ao Senhor, o mundo não usa de fé para tais coisas, o mundo não presta sacrifícios ao Deus Vivo, se assim fizessem seriam obedientes ao Senhor; enquanto sacrificamos afastando nos do alimento e da água para mortificar a nossa carne, o mundo se esbanja nos seus banquetes, enquanto levantamos pelas madrugadas e oramos, o mundo dança as badaladas da carne; enquanto lemos a Bíblia para obter conhecimento das coisas do Senhor, o mundo busca diligentemente pela ciência humana, enquanto aceitamos a disciplina para sermos diferentes dos tais, os tais esbanjam na orgia da nudez;enquanto estamos cultuando a Deus, o mundo cultua a satanás através das novelas e programas imorais, enquanto falamos com o Deus Vivo, o mundo roga aos mortos; enfim, o sacrifício dos que temem a Deus não se compara ao rejeitado sacrifício do ímpio. Sacrifique o seu dia a dia ao Senhor e Ele te avivará!
Pela fé Enoque foi trasladado para não ver a morte, e não foi achado.       
Enoque o sétimo depois de Adão não viu a morte, pois foi transladado ao Céu; ele andou com Deus, agradou tanto a Deus que Este resolveu leva ló para si, Enoque foi levado vivo para o Céu. Quem sabe o sumiço desse homem de testemunho tenha sido a notícia de sua época, talvez seus parentes, vizinhos e amigos por muito tempo tenha saído à procura dele, mas sem resposta alguma; Deus levou Enoque para si. Poderia alguém ter saído a sua procura na certeza que iria encontra ló, entrou nos lugares, onde as pessoas que se davam aos luxos e prazeres desta vida, mas o fiel Enoque não estava lá, talvez quem sabe,  alguém lhe procurou no meio do rebanho, ou nas plantações e ate mesmo no deserto, ou pela densa floresta, também não estava lá;... Enoque estava no Céu, por isso não foi encontrado entre os homens.
Pela fé o crente avivado anda com Deus, ele é separado, é diferente dos ímpios; ele não é achado entre os prazeres desse mundo, não é achado nos bares, nem nos prostíbulos, nos carnavais, em festas pagãs e que massageia o ego da carne, adorando a obra feita pelas mãos do homem, nas baladas da vida, nas drogas, nos vícios em geral, não é achado nas fofocas, nas brigas e rixas, no meio das contendas, nem tão pouco nas imoralidades e embaraços desta vida;... Enfim ele não é achado na roda dos escarnecedores (Sl 1), esse é ‘o crente Enoque’. O que desvia do mal e dá bom testemunho de vida.
Quer fazer parte do ‘Grande Avivamento que esta chegando para a igreja do Senhor? Seja um crente Enoque!
Pela fé Noé, divinamente avisado das coisas que ainda não se viam, temeu e, para salvação da sua família, preparou a arca.
Pela fé Noé apregoou Deus aos homens avisando os do dilúvio. O velho Noé não conhecia a chuva, até então só mesmo o orvalho molhava a terra, mas ouviu o chamado de Deus, acreditou e obedeceu; Noé andou cento e vinte anos apregoando que o dilúvio viria, ele acreditou cem por cento nas palavras do Senhor, trabalhou esse tempo com sua família construindo uma gigantesca barca não para sair navegando pelos mares e conhecer toda a terra, mas para flutuar nas águas e conservar seguros tanto ele como sua casa, também salvou um casal de cada animal. As pessoas não deram creditos nas palavras de Noé; toda a humanidade pereceu e somente os que estavam na arca escaparam com vida. Noé sabia pela fé que as águas destruiriam todos os sobre a face da terra. Este homem era avivado, carregava dentro de si a coragem para crer naquilo que não conhecia e nunca tinha visto.
O crente avivado não tem medo de pregar a mensagem da cruz, acredita firmemente que Jesus vai arrebatar sua igreja; ele espera constantemente pela volta do Senhor, mesmo não tendo visto o arrebatamento. Ele sabe que a qualquer hora vai sumir deste planeta Terra. Esse crente não desiste do seu objetivo, morar eternamente com Jesus.
Conclusão
Se todos decidirem no Senhor a ser o primeiro avivado, num só dia a brasa viva do Espírito Santo acenderá a face da Terra. Faça da oração, da santidade e da leitura Bíblica um hábito de todos os dias! Busque ser avivado, entre para essa tão maravilhada lista de alguém que estará dentro do ‘Grande Avivamento’. Busque hoje o tão grande avivamento!

Por vossa irmã em Cristo Rosa Dias


terça-feira, 14 de junho de 2016

Ameaçados mais não derrotados

    Estudo no Salmo 91
Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Onipotente descansará.
Direi do Senhor: Ele é o meu Deus, o meu refúgio, a minha fortaleza, e nele confiarei.
Porque ele te livrará do laço do passarinheiro, e da peste perniciosa.
Ele te cobrirá com as suas penas, e debaixo das suas asas te confiarás; a sua verdade será o teu escudo e broquel.
Não terás medo do terror de noite nem da seta que voa de dia,.
Nem da peste que anda na escuridão, nem da mortandade que assola ao meio-dia.
Mil cairão ao teu lado, e dez mil à tua direita, mas não chegará a ti.
Somente com os teus olhos contemplarás, e verás a recompensa dos ímpios.
Porque tu, ó Senhor, és o meu refúgio. No Altíssimo fizeste a tua habitação.
Nenhum mal te sucederá, nem praga alguma chegará à tua tenda.
Porque aos seus anjos dará ordem a teu respeito, para te guardarem em todos os teus caminhos.
Eles te sustentarão nas suas mãos, para que não tropeces com o teu pé em pedra.
Pisarás o leão e a cobra; calcarás aos pés o filho do leão e a serpente.
Salmos 91:1-13
Introdução
Quando ameaçados pelo perigo tanto as pessoas como os animais tendem a buscar de imediato seu escape naquilo que sua mente elabora. Às vezes procuram isolar da sociedade, fugindo dos familiares e amigos, tem ate aqueles que mudam de endereço; os animais também procuram seu escape ao sentir se ameaçados, eles acabam reagindo ate de forma muito estranha. O perigo pode ser extremamente real; as ameaças podem vir das forças humanas, da natureza, do reino animal, e diverso. No reino animal ao se sentirem ameaçados, apresentam métodos diversos para se defenderem, chega até atacar outra espécie, seja para se defender, proteger os filhotes ou caçar. Já outros fogem ou enfrentam fisicamente o oponente.  
O Possum é uma espécie de esquilo, se fingi de morto, ele cai no chão e fecha os olhos, ao ser ameaçado.
O tatu-bola tem dois trunfos: pode se enrolar como bola em um instante, fazendo um barulho que assusta o predador. E, ao contrário do que se poderia pensar, ele não fica lá parado em forma de bola. Pode se mover e se move, rolando para longe do perigo.
O porco-espinho, quando o predador se aproxima, ele balança os espinhos da parte de trás do corpo (os mais pontiagudos e perigosos), fazendo um barulho que pretende afastar o inimigo.
O Arganaz, um pequeno roedo, prefere fugir de seus inimigos correndo muito. Quando isso não é possível, no entanto, ele tem uma última alternativa. Quando o predador o agarra pela cauda, ele simplesmente livra-se dela e foge. Mas essa é uma alternativa extrema, porque a cauda não se regenera. Uma vez perdida, a cauda não volta, por isso essa fuga só pode ser usada uma vez na vida do pequeno roedor.
O gambá exala para se defender quando está ameaçado, ele solta o seu fluido com impressionante força e precisão.
O gato ao ser ameaçado, ou ele foge ou se arrepia todo em defesa.
De acordo com o Salmo 91, ao sermos ameaçados, temos uma autodefesa, ‘Deus, o Protetor’, aquele que livra do perigo. O perigo pode ser extremamente real. As ameaças surgem de onde menos esperamos, elas podem ser espirituais, físicas, sentimentais e financeiras. Mais, e aí? Fugir é a solução? Não. Não é a solução; de acordo com o salmista ‘Deus é o nosso Deus Protetor’, aquele que protege. Devemos nos apegar a Ele.
O Altíssimo, o Lugar Seguro, o Esconderijo e a Sombra que nos protege do calor do sol. Esse sol é a luta que chega e não bate a porta perguntando se pode entrar, ela simplesmente entra e ameaça acabar com tudo; sentimos o ardor desse sol quando a enfermidade chega, quando os sentimentos ficam abalados ou indecisos e muitas outras situações ruins, nesse momento de sol a alma se oprime, angustia e desce ao fundo do poço, e olha que o poço parece não ter fundo, é preciso uma sombra para nos escondermos debaixo para não morrermos assolados. Mas ao olharmos para cima veremos um Deus que é Altíssimo e nos põe em lugar seguro, nos esconde e nos protege das ameaças que nos sobreveem e que querem nos destruir.

Ele é o nosso Refúgio e Fortaleza, nele encontramos refúgio e forças para continuar, a segurança que temos nele não é em vão, afinal Ele é o Onipotente, aquele que tem todo o poder para nos proteger.

O passarinheiro saí a procura de ninhos e quando encontra, não estando um dos pais no ninho, então rouba os ovos e filhotes para si, ao retornar a ave adulta, já não encontra mais nada a não ser algumas peninhas no ninho. Deus tem a super proteção para seus filhos, ele é como a grande avestruz que não arreda o pé do seu ninho, abre suas asas e protege suas crias, vindo o passarinheiro, ele o espanta; os filhos de Deus só saem de debaixo de sua proteção se quiserem pular fora desviando se das vistas d’Ele.
Deus cuida de nós desde o ventre de nossa mãe, tem nos protegido e dado vida, a peste perniciosa (epidemias) tem assolado os povos, mas nas igrejas evangélicas cada dia tem se ouvido testemunhos de curas e livramentos concedidos pelo Senhor.

Deus é a Verdade, é Escudo e Broquel para nós; o escudo e o broquel  protegia o soldado contra as lanças e espadas  do adversário, Deus se revela ao seu povo como sendo essa ‘Super Proteção’, a maioria dos seus livramentos concedidos a nós não nos veem ao conhecimento, somos muitas vezes poupados de saber das ciladas nojentas do inimigo contra nós, devemos agradece ló todos os dias por sua infinita misericórdia. Não precisamos ter medo das ameaças demoníacas da noite e nem de suas setas que voam de dia, nem dos demônios da escuridão e nem do espírito da morte; a nossa proteção esta em Deus o Altíssimo; ainda que saia do inferno um exercito inteiro de demônios para nos destruir, nada temeremos, pois nada nos acontecerá sem a permissão do Senhor; mil pragas de invejas e maldiçoes podem vir do lado esquerdo e dez mil do lado direito, não nos atingirá, porque os olhos do Senhor não se afasta de nós; Deus esta ciente dos acontecimentos com seus servos, até o martírio de muitos é propósito de Deus.

A Proteção do Senhor não nos da o direito de sairmos por ai fazendo coisas erradas e nem tão pouco procurando situações que desperte o livramento dele para nós; o diabo disse para Jesus lançar se do pináculo do templo por que Deus daria ordens a anjos para protege ló, teve a resposta merecida ‘não tentaras ao Senhor teu Deus’. Os heróis da fé de Hebreus onze foram sustentados pela fé, nos momentos mais provados é que viram mais ainda a mão de Deus,... Deus os protegeu tirando de tais situações e dando lhes forças para vencer.
Só pise o leão e a serpente na companhia de Jesus Cristo,faça isso e ele vencera por vós.
Conclusão
Deus tem promessa de nos guardar, tão somente confie nele, e não temas, pois ele é Deus.
Porquanto tão encarecidamente me amou, também eu o livrarei; pô-lo-ei em retiro alto, porque conheceu o meu nome.
Ele me invocará, e eu lhe responderei; estarei com ele na angústia; dela o retirarei, e o glorificarei.
Fartá-lo-ei com longevidade de dias, e lhe mostrarei a minha salvação. Salmos 91:14-16

 Por vossa irmã em Cristo Rosa Dias