Total de visualizações de página

Só Jesus Cristo salva!

sexta-feira, 1 de janeiro de 2016

Os últimos sinais!!!

 Haverá grandes terremotos, fomes e pestes em vários lugares, e acontecimentos terríveis e grandes sinais provenientes do céu. Lucas 21:11
"Sinais fenomenais"
Fenomenal significa: 
Admiravel, fabuloso, sensacional, incrível, singular, único, exótico, ímpar,estonteante, impressionante, incomum, prodigioso, eletrizante, extraordinário,excepcional, invulgar, surpreendente, formidável, espantoso, esplêndido, fantástico,assombroso, raro, notável, extravagante, maravilhoso.
Introdução
Neste estudo vamos apresentar alguns sinais dos últimos tempos,  grandes calamidades’ vieram, estão acontecendo e há de vir.

O Dilúvio                                                                                                                                             O ser humano cresceu e o pecado se multiplicou, isto entristeceu a Deus, pois ao invés de adora ló o ser homem o rejeitou. O Criador resolve destruir a criação; Deus para isso enviou “O Dilúvio” (Inundação; chuva muito intensa, abundante e permanente que causa enchentes ou alagações); toda a Terra encheu se águas e todos os seres humanos morreram, exceto Noé e sua família. 

Fogo e enxofre caem sobre quatro cidades. 
  Fogo e enxofre caíram de uma só vez sob Sodoma, Gomorra, Adama, and Zeboim matando todos os habitantes; so restaram desta calamidade três pessoas. Deut. 29:23. 

Terremoto


Terremoto em Aleppo, na Síria  
O abalo atingiu Aleppo, na Síria, no dia 11 de outubro de 1138; a magnitude foi de 8,5 graus na Escala Richter. Aproximadamente 230 mil pessoas morreram.

Terremoto e tsunami no Oceano Índico
Em 2004 um terremoto submarino de magnitude 9,3, com epicentro na costa oeste da Sumatra, na Indonésia, matou um número estimado entre 225 mil e 230 mil pessoas.

Terremoto em Haiyuan, na China
O terremoto de 8,5 graus de magnitude atingiu a área do condado de Haiyuan, na província de Ningxia, na China, no dia 16 de dezembro de 1920. O desastre causou a morte de exatamente 235.502 pessoas.

Terremoto de Tangshan, na China
No 28 de julho de 1976, os habitantes da cidade industrial de Tangshano sofreram um dos piores terremotos do século 20. Morreram cerca de 242 mil pessoas.

Terremoto de Antioquia, na Turquia
O desastre em Antioquia ocorreu durante a primavera de meados de 526 d.C. A data exata é estimada entre os dias 20 e 29 de maio. Cerca de 250 mil a 300 mil pessoas morreram em consequência do sismo.

Terremoto de Shaanxi, na China
O dia 23 de janeiro de 1556. O catastrófico terremoto teve uma magnitude estimada de 8 graus na Escala Richter e matou aproximadamente 830 mil pessoas. 

Ciclones
 
Ciclone da Índia
Em 25 de novembro de 1839, um ciclone provocou uma onda de 40 metros. Cerca de 20 mil pessoas morreram afogadas no mar. Um total estimado de 300 mil pessoas perderam a vida em decorrência do ciclone.

Ciclone Bhola
O pior ciclone já registrado na História, o Bhola, atingiu o Paquistão Oriental (o que é agora Bangladesh) e Oeste de Bengala, na Índia, no dia 12 de novembro de 1970, inundando grande parte das ilhas baixas do Ganges. Aproximadamente 500 mil pessoas morreram. 

 Inundaçães
 
 Inundação do Rio Amarelo, na China
Esta foi a pior enchente já visto. Em setembro de 1887, o Rio Amarelo invadiu os diques na província chinesa de Henan. As águas da enchente matou um número estimado de 900 mil a 2 milhões de pessoas.

Inundações na China Central
O pior desastre natural da história foi o conjunto de enchentes que ocorreram entre julho e agosto de 1931, na região central da China. Como resultado, um número estimado de 3,7 milhões de pessoas morreram de doenças, afogamentos e fome; mais de 51 milhões de pessoas, um quarto da população da China na época, foram direta ou indiretamente afetadas pelas inundações.

Vulcão

Vulcão Vesúvio, Itália
A erupção mais famosa do Vesúvio é aquela que enterrou as cidades romanas de Pompeia e Herculano em rocha e poeira no ano de 79, matando milhares de pessoas.

 Vulcão Tambora, Indonésia
A explosão do Vulcão Tambora. O vulcão, que ainda está ativo, está localizado na ilha de Sumbawa e é um dos picos mais altos do arquipélago indonésio. A erupção atingiu o seu pico em abril de 1815, quando explodiu tão alto que foi ouvida na ilha de Sumatra, mais de 1.930 quilômetros de distância. O número de mortos da erupção foi estimado em 71.000 pessoas, e nuvens de cinzas pesadas desceram sobre ilhas distantes.

Vulcão Krakatoa, Indonésia                                                                  Os rumores que precederam a erupção final do Krakatoa nas semanas e meses do verão de 1883 finalmente chegaram ao clímax em uma enorme explosão em 26/27 de abril.
A explosão também criou um tsunami, cuja máxima altura das ondas chegou a 40 metros e matou cerca de 34.000 pessoas.

2. Assombroso
 
Doenças e pestes
A varíola matou quase 500 milhões de pessoas só no século XX.

Gripe Espanhola (1918 - 1919):
Matou aproximadamente 50 milhões de pessoas em menos de 2 anos. A gripe Espanhola matou mais pessoas do que Hitler, armas nucleares e todos os terroristas da história juntos.

Peste Negra (1340 - 1771):
Matou 75 milhões de pessoas. Peste negra é a designação pela qual ficou conhecida, durante a Idade Média, a peste bubônica, pandemia que assolou a Europa, a China, o Oriente Médio e outras regiões do Mundo durante o século XIV(1347-1350) dizimando um terço da população da Europa e proporções provavelmente semelhantes nas outras regiões. A doença é causada pela bactéria Yersinia pestis, transmitida ao ser humano através das pulgas dos ratos-pretos ou outros roedores. 

Malária (1600 - hoje):
Morrem aproximadamente 2 milhões de pessoas por ano. A malária ou paludismo ou maleita, entre outras designações, é uma doença infecciosa aguda ou crônica causada por protozoários parasitas, transmitidos pela picada do mosquito Anopheles.

AIDS (1981 - hoje):
Já matou 25 milhões de pessoas desde o primeiro caso reconhecido em 1981. 

Cólera (1817 - hoje):
8 pandemias; centenas de milhares de mortes. A Cólera é uma doença causada pelo vibrião colérico, uma bactéria em forma de vírgula que se multiplica rapidamente no intestino humano produzindo potente toxina que provoca diarréia intensa.

Tifo (430 AC - hoje):
Matou 3 milhões de pessoas somente entre 1918 e 1922. O tifo é uma doença epidêmica transmitida por parasitas comuns no corpo humano, os piolhos. Não deve ser relacionada à Febre tifóide que é causada pela Salmonella.


Ebola                                 
O ebola é uma doença grave e muitas vezes fatal, com uma taxa de letalidade de até 90%. Tem matado milhares de pessoas.

Dengue                                                
A dengue é uma doença febril aguda causada por um vírus, sendo um dos principais problemas de saúde pública no mundo. O seu principal vetor de transmissão é o mosquito Aedes aegypti, que se desenvolve em áreas tropicais e subtropicais.
A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que entre 50 a 100 milhões de pessoas se infectem anualmente com a dengue em mais de 100 países de todos os continentes, exceto a Europa. Cerca de 550 mil doentes necessitam de hospitalização e 20 mil morrem em consequência da dengue.
Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia. Salmos 46:1


3. Excepcional

O Arrebatamento                                                                                                                                       O Arrebatamento será o pior de todos os acontecimentos.
"Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro; depois, nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor." 1ª Tessalonicenses 4.16-17
O termo "arrebatamento" deriva da palavra raptus em latim, que significa " raptar, arrancar, tirar rapidamente e com força". O termo latino raptus equivale a harpazo em grego, traduzido por "arrebatado" Para os crentes significa o momento glorioso em que Jesus, na Sua volta, levar a Sua Igreja para junto de Si. O arrebatamento… ‘tirar com violência’, Jz 21.21; Sl 7.2; 52.5; 58.9; Pv 21.7; Ct 4.9; Am 4.11; Mt 13.19;  Jo 10.28; At 6.12; 8.39; 2 Co 12.2; 1 Tess 4.17; Jd 23; Ap 12.5.
O arrebatamento não será visto pelo mundo, a não ser, instantes após, quando sentirem a falta de milhares de pessoas que verdadeiramente fazem parte da Igreja de Cristo.
Como foi nos dias de Noé, assim também será na vinda do Filho do homem. Mateus 24:37

Em 1 Co 15.51 b-52, Paulo chama isto de mistério no sentido de que é algo que não foi conhecido antes e mesmo agora, é conhecido apenas pelos crentes. Num instante, nosso corpo mortal e perecível será transformado em algo imperecível e imortal, v. 54; marcando o triunfo de Cristo sobre a morte. Paulo corrobora sua afirmação citando de forma ligeiramente diferente, v.55-56. Em 1 Tes. 4.14, lemos sobre a grande confissão de fé; pois se cremos que Jesus morreu e resuscitou, assim também Deus mediante Jesus Cristo, trará em sua companhia, os que dormem; afirma que a morte e a ressurreição de Jesus são realidades históricas inegáveis.  Essas realidades e aquilo que Deus realizou por meio delas garantem nossa própria ressurreição futura e a ressurreição daqueles que morreram antes da volta de Cristo. Após sua ressurreição Jesus foi elevado ao céu, onde está assentado à direita do Pai. Mas Ele prometeu que voltaria, Atos 1.9-11, quando o tempo chegar e a trombeta soar assinalando o retorno triunfante, os mortos em Cristo serão os primeiros a experimentar esse triunfo, pois ressuscitarão primeiro, e só depois os vivos em Cristo serão elevados juntos com eles para encontrar o Senhor nos ares; é interessante que haverá um espaço de tempo entre os que aguardam a chamada no Paraíso e os que aguardam a chamada ainda vivos;  os do Paraíso ouvirão a trombeta primeiro e no tempo de Deus, os vivos em Cristo também ouvirão. Todos os cristãos, mortos ou vivos, compartilharão do mesmo destino, regozijando-se na presença do Senhor. A certeza de que, um dia estaremos para sempre com o Senhor é a máxima esperança cristã e uma fonte de conforto. Quando um crente morre, nós nos entristecemos, 1 Co 12; 26, mas somos sustentados pela esperança de ressurreição dos mortos e pela certeza de que nos encontraremos com eles naquele dia glorioso. O arrebatamento está prestes a acontecer, pode ser agora. Oh, Glória!

Conclusão
Estamos bem perto do ‘raptus’ da igreja de Cristo; a qualquer momento esse povo separado chamado será arrebatado; porém é mister que grandes sinais acontecem antes do arrebatamento, Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e pestes, e terremotos, em vários lugares. Mateus 24:7; porém de acordo com as palavras do Senhor Jesus em Mateus 24 os sinais já se cumpriram, sendo assim a qualquer momento os fiéis da Terra serão levados para os lugares celestiais para morar com o Senhor.
Os recursos celestiais vem de Deus, eles são inesgotáveis; diante de tantas calamidades, sempre a misericórdia de Deus reina sobre os justos. Nosso dever é confiar plenamente em Deus, Ele é o nosso socorro bem presente.
“Maranata, ora vem Senhor Jesus”

Sua irmã em Cristo Rosa Dias  





                                                                                                 





Nenhum comentário:

Postar um comentário