Total de visualizações de página

Eventos Evangélicos

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

A origem do pecado.

A origem do pecado.

  Myer Pearlman, na sua obra “Conhecendo as doutrinas da Bíblia”, no capitulo cinco, faz um  respeitado estudo sobre a origem do pecado, no qual ele esclarece a respeito da tentação, da culpa, do juízo e da redenção. Vejamos pequenos trechos de Pearlman:

A tentação: “Notemos a árvore proibida. Porque foi colocada ali? Para prover um teste pelo qual o homem pudesse, amorosa e livremente, escolher servir a Deus e dessa maneira desenvolver seu caráter. Sem vontade livre o homem teria sido meramente uma máquina”. (pag.87 Conhecendo as doutrinas da Bíblia ).

Se pararmos para pensar nisto, chegaremos à conclusão que, sempre haverá em nossa frente uma árvore do conhecimento do bem e do mal, certamente não da mesma espécie daquela que estava no jardim, mais com o mesmo intuito de oferecer ao homem o livre arbítrio, a escolha cabe a nós, decidir por sim ou por não; Satanás com sua astúcia maléfica, procurou conhecer Adão e Eva, passo a passo, não encontrou falha alguma no homem, partiu para Eva e viu que conseguiria levar ela a querer saber mais, conhecer mais e ser mais naquele jardim, foi isso que ele fez no céu, ele era anjo de luz e quis fazer seu trono junto ao de Deus, ser semelhante a Deus e foi ai que foi precipitado do céu para o mais profundo abismo da terra. Satanás o pai do pecado, não se deu por vencido e tratou logo de arrumar parceiros para ele e os demais anjos caídos, seu alvo foi à mulher, com perguntas ele levou Eva a querer mais. Gênesis 3. 

É óbvio que ele também analisou todos os animais para ver o qual seria o mais sagaz para ser usado por ele e encontrou a serpente entre todos os animais, seu malvado plano deu certo e a mulher comeu do fruto proibido e logo em seguida conseguiu dobrar o seu marido e a terra foi amaldiçoada por causa do pecado. Ainda hoje ele astuciosamente estuda o ser humano, para não errar seu alvo, pois amanhã quem sabe ele até desfrutará de muitas almas para morar no mesmo abismo com ele.

Quando alguém peca, jamais assume seu erro sozinho sempre acha um culpado para fazer parte de seu pecado, isso é conhecido como a síndrome de Adão, quando Deus perguntou a ele, o que fizeste? De cara ele jogou a culpa na mulher e que em seguida a mulher por sua vez jogou a culpa na serpente; o desviado sempre tem uma resposta de primeira mão, “me desviei por culpa do pastor”, esse é seu primeiro alvo, depois vem à família e por fim os membros da igreja, na verdade o desviado nunca assume sua culpa de ter se afastado de Deus, sempre acha um culpado para assumir seu lugar. A culpa: “O instinto do homem culpado é fugir de Deus”. (pag.88-Conhecendo as doutrinas da Bíblia).

O juízo: “O homem foi criado capaz de não morrer fisicamente; ele teria existência física indefinida se tivesse preservado sua inocência e continuasse a comer da árvore da vida”. (pag 88 Conhecendo as doutrinas da Bíblia).  O castigo veio sobre a serpente. “Então o Senhor disse a serpente: Porquanto fizeste isto, maldita serás mais que toda a fera e mais que todos os animais do campo; sobre o teu ventre andarás e pó comerás todos os dias  da tua vida”, Gn 3.14. Sabemos que a serpente era a mais sagaz entre os animais, “Ora, a serpente era mais sagaz que todos os animais do campo que o Senhor tinha feito”,  Gn 3.1, e agora ela tornou o único animal amaldiçoado entre todos os outros, também notamos que ela rasteja sobre seu ventre e vive comendo o pó da terra, para que não aconteça isto, ela tem que rastejar com a cabeça erguida. Portanto quem a traz para o seu lar  poderá estar trazendo também a maldição.

O castigo veio sobre a mulher: a mulher por sua vez passou a ter dores de parto e a sujeitar a seu marido, isto quer dizer que era destino da mulher não sentir dores ao dar a luz filhos e nem ser sujeita ao marido, ela andava lado a lado com o marido e no mesmo pensamento. O homem também ganhou seu castigo: adão vivia na mordomia, de ter tudo de graça, sem plantar ele simplesmente colhia, agora começou então a trabalhar, pois do seu próprio esforço e suor, seria sustentado.

A redenção: “No calvário a serpente feriu o calcanhar da Semente da mulher, mas este ferimento trouxe a cura para a humanidade” (pg 89  Conhecendo as doutrinas da Bíblia).   Jesus entregou seu espírito ao Pai na cruz do calvário, Ele venceu pisando a cabeça da serpente, quando derramou seu sangue para nos comprar, por meio d’Ele veio a nossa redenção.

Estamos vivendo tempos de insatisfação, ninguém conforma com mais nada, sempre querem mais e mais, parece que nunca estão completos; somente os cheios do Espírito Santo podem sobreviver tranquilos e agradecidos daquilo que tem.
“Portanto nós também, pois que estamos rodeados de uma tão grande nuvem de testemunhas, deixemos todo o embaraço, e o pecado que tão de perto nos rodeia, e corramos com paciência a carreira que nos está proposta”. Hebreus 12.1

Aquele casal ( Gn 3.2-7) tinha tudo de bom naquele jardim, não precisava de mais nada, eles eram felizes, sem mau algum, não existia defeito em nenhum deles: Deus dá a nós o direito de escolha, se queremos o que é bom ou o que é mau, a decisão é tomada por nós. Corremos o risco de perder essa doce comunhão com o Meigo Salvador Jesus Cristo, quando optamos pelo pecado.

O pecado é a causa do fracasso!
Quer ter sucesso? Ande em fidelidade com Deus! 

Aconselhamento cristão por Rosa Dias

Nenhum comentário:

Postar um comentário