Total de visualizações de página

Só Jesus Cristo salva!

sábado, 31 de janeiro de 2015

Deus tem prazer em ver o seu povo feliz.

          Hadley Page, pioneiro da aviação, certa vez pousou numa área deserta e sem que percebesse, um rato entrou no avião, durante a viagem ele se desconfortou com o barulho do rato roendo peças do avião; então ele pensou nos danos que aquele rato poderia fazer no mecanismo do avião e uma vez danificado, como ele iria concerta ló longe de casa? Daí lembrou que rato não sobrevive a certas altitudes, então subiu o avião até ficar quase sem respirar e quando desceu encontrou o rato morto. (www.hermeneutica.com.br).
O pecado é assim, chega como quem não quer nada e começa a roer até fazer morada; devemos subir nas alturas espirituais, pois só assim o pecado que tanto nos rodeia, não roerá nossas almas.
        Deus não tem prazer em nos ver fracassados; ele quer nos fazer felizes, cheios de sucesso!

“Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida; e habitarei na casa do SENHOR por longos dias”. Salmos 23:6.
           Abraão com cem anos de idade, olhando para a face de uma criança que acabara de nascer! Abraão agora está de posse da promessa, e Sara? Donde se viu uma mulher de aproximadamente noventa anos, dar a luz? Imagino como ficou o coração desta mulher! Deus queria velos felizes.
 E o SENHOR visitou a Sara, como tinha dito; e fez o Senhor a Sara como tinha prometido. Concebeu Sara, e deu a Abraão um filho na sua velhice, ao tempo determinado, que Deus lhe tinha falado. E Abraão pôs no filho que lhe nascerá, que Sara lhe dera, o nome de Isaque. E Abraão circuncidou o seu filho Isaque, quando era da idade de oito dias, como Deus lhe tinha ordenado. E era Abraão da idade de cem anos, quando lhe nasceu Isaque seu filho. E disse Sara: Deus me tem feito riso; todo aquele que o ouvir se rirá comigo. Disse mais: Quem diria a Abraão que Sara daria de mamar a filhos? Pois lhe dei um filho na sua velhice. Gênesis 21:1-7
Carrego uma vaga lembrança de um livro que li tempos atrás “Sequestro em Angola”, relata a história de duas irmãs brasileiras; missionárias “Mirian e Margarida” que muitos dias sofreram, com suas pernas queimadas pela explosão de uma bomba no automóvel que trafegavam, foram dias e dias sendo carregadas em uma maca improvisada, pelo meio da mata, moscas assentavam em suas feridas, febres, dores e tantas outras enfermidades lhes sobrevieram por muitos dias, fato acontecido da década de 80, como elas padeceram, parecia não haver mais esperança alguma para elas, até que o impossível aconteceu, Deus agiu e elas retornaram ao Brasil, sãs e salvas.

Aquilo que aos olhos humanos parece ter acabado, é aí que Deus entra com sua forte mão, Ele age no momento certo e na hora certa, nós é que na verdade, muitas das vezes somos precipitados demais e nem sempre sabemos esperar a hora de Deus. Isto nos leva a crer verdadeiramente no nosso Deus Criador. Ele é o Deus do impossível, Ele traz a existência o que diante dos olhos humanos seria impossível existir, somente Ele pra nos dar um raiar tão feliz de um novo dia.

“Porque para Deus nada é impossível.”  Lucas 1:37

Com Isaque não foi diferente, ele era muito apegado a Sara sua mãe, quando Sara morreu, ele ficou desconsolado, a alegria dele tinha ido embora, talvez chorando pelos campos, inconsolável, o dia especial lhe foi proporcionado por Deus.
E Rebeca se levantou com as suas moças, e subiram sobre os camelos, e seguiram o homem; e tomou aquele servo a Rebeca, e partiu. Ora, Isaque vinha de onde se vem do poço de Beer-Laai-Rói; porque habitava na terra do sul. E Isaque saíra a orar no campo, à tarde; e levantou os seus olhos, e olhou, e eis que os camelos vinham. Rebeca também levantou seus olhos, e viu a Isaque, e desceu do camelo. E disse ao servo: Quem é aquele homem que vem pelo campo ao nosso encontro? E o servo disse: Este é meu senhor. Então tomou ela o véu e cobriu-se. E o servo contou a Isaque todas as coisas que fizera. E Isaque trouxe-a para a tenda de sua mãe Sara, e tomou a Rebeca, e foi-lhe por mulher, e amou-a. Assim Isaque foi consolado depois da morte de sua mãe. Gen.24.61-67
Aprendemos com essa história, que ainda que andemos pelo deserto, devemos levantar a voz ao Senhor e orar, mesmo em meio a tristeza ou a qualquer dificuldade, seja ela angustia, perda ou decepções; enquanto Isaque orava, a benção se aproximava, sem ele saber Rebeca vinha ao seu encontro, ao levantar os olhos avistou que os camelos vinham, na mesma ocasião, Rebeca também levantou os olhos e avistou Isaque e assim ambos tomaram posse da vitória em suas vidas. Levantemos os nossos olhos para o alto e falemos com Deus, ele nos trará grandes surpresas, bênçãos não são somente as listadas por nós, Deus também tem o prazer de nos entregar coisas não desejadas por nós, a qual nos fará muito mais felizes.
“A bênção do Senhor é que enriquece; e não traz consigo dores”. Provérbios 10:22

O pecado é a causa do fracasso!
Quer ter sucesso? Ande em fidelidade com Deus! 

Aconselhamento cristão por Rosa Dias

O caminho é Cristo.

As vezes no nosso dia a dia, passamos por certas experiências que levam a fazer comparações com a nossa vida espiritual. Outro dia fomos passear em uma fazenda há uns cinquenta quilômetros da cidade em que moramos; um amigo nos desenhou um mapa, o qual nos levaria certinho ao lugar de destino. Só que nós não conhecíamos o caminho e interpretamos o mapa todo diferente, e acabamos por passar direto do ponto de referencia, o qual nos levaria aquele lugar. Perdemos feio, a noite chegou rápido e tudo ficou estranho para nós, em meio a escuridão rodamos mais de vinte quilômetros para uma terra de ninguém, depois voltamos para a estrada principal, avistamos dois faróis que surgiam na escuridão, dei sinal com a lanterna e por sorte parou para nos atender um senhor muito atencioso daquelas redondezas, mais do que de pressa já fui perguntando se ele conhecia o lugar pelo qual estávamos procurando e então nos ensinou, como era noite, entramos pelo mesmo caminho que outrora estávamos perdidas, quando chegamos muito distante, então percebemos que já havíamos passado ali, repetimos tudo outra vez, tornamos a voltar para a estrada principal e chegando ao ponto de partida, uma pessoa da família nos conduziu até aquele lugar, ficamos sem fala, pois era pertíssimo e perdemos tempo de precioso rodando sem destino naquela escuridão. Agora que conhecemos o caminho, entendemos que não vamos virar nem para a direita e nem para a esquerda, simplesmente, devemos seguir no caminho certo. Ao chegarmos lá fomos bem recebidas e no outro dia os nossos olhos se enceram de alegria por ver um lugar tão bonito e de paz, valeu muito termos ido ali.
Quando o homem não conhece o Caminho que é Cristo, ele vive errando, sem rumo e na escuridão, e sempre volta ao mesmo erro, fica a perambular; mais quando passa a conhecer o Caminho que é Cristo aí sim ele anda seguro, pois sabe que não vai errar a direção.
Disse-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim. João 14:6.

Não erre o caminho, Jesus é o Caminho, quem por ele anda, bem seguro está!
O pecado é a causa do fracasso!
Quer ter sucesso? Ande em fidelidade com Deus! 

Aconselhamento cristão por Rosa Dias


Revesti-vos de toda a armadura de Deus

             Cada um é tentado pela sua própria cobiça, quando esta o atrai e seduz. Então a cobiça, depois de haver concebido, dá à luz o pecado; e o pecado, uma vez consumado, gera a morte. S. Tiago 1:14 e 15.
             Vários anos atrás, Burt Hunter, um repórter do jornal Long Beach Press Telegram, recebeu a incumbência de escrever uma reportagem acerca de uma mulher da cidade que lidava com serpentes. Quando o repórter foi a casa dela, uma autêntica mansão, descobriu que a mulher era jovem e de uma beleza estonteante.
Quando Burt expressou surpresa pelo fato de ela envolver-se numa atividade tão arriscada, a moça riu. Acho que gosto desse ingrediente de perigo. Mas qualquer dia desses, ficarei cansada de mexer com serpentes e daí partirei para outra coisa.
Enquanto Burt aprontava o seu equipamento fotográfico, a jovem trouxe algumas cestas de vime contendo vários répteis venenosos e colocou-as no chão. Depois de segurar vários deles, ela disse: Agora fique bem quieto. Esta é a minha serpente mais nova. É muito venenosa e ainda não está bem acostumada comigo. Enquanto Burt observava, a moça ergueu a cobra de dentro do cesto. Repentinamente parou. Algo está errado - disse ela. - Não sei o que é, mas vou precisar colocá-la... - E não terminou a frase. Em poucos instantes ficou rígida. A serpente a havia picado! Rápido! - disse a moça, ofegante. - Corra ao banheiro, no piso superior. Na caixinha de remédios vai encontrar um frasco de contraveneno. Depressa, por favor! Quando Burt retornou com o precioso soro, a moça lhe pediu que pusesse o contraveneno em uma seringa. Em seu nervosismo, Burt apertou muito o frasco. Este se quebrou! O precioso líquido lhe escorreu entre os dedos. Você tem outro frasco? - perguntou ele, ansioso. Era o único que eu tinha - respondeu com voz fraca a jovem desesperada. Em poucos minutos lhe sobreveio a agonia da morte, e aquela vida se foi. Muitos que brincam com as mortíferas serpentes do pecado manifestam a mesma ousada desconsideração para com o seu bem-estar eterno, revelada por aquela encantadora de serpentes de Long Beach.
Histórias e ilustrações / www.advir.com.br
            Algumas pesquisas apontam que a depressão é o mal do século, outras que são as drogas, e outras e outras... Mais na verdade o mau do século se resume em “Diabo”, ele é o pai da maldade, ele não estar brincando, pega pra matar mesmo.
Não deis lugar ao diabo. Efésios 4:27.
Sujeitai-vos, pois, a Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós.Tiago 4:7.
        Muitos brincam com o pecado como se fosse uma coisinha de nada e na verdade não é, o pecado não é um bichinho de estimação, ele é um dragão destruidor.
Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para que possais estar firmes contra as astutas ciladas do diabo.Efésios 6:11.
O pecado é a causa do fracasso!
Quer ter sucesso? Ande em fidelidade com Deus! 

Aconselhamento cristão por Rosa Dias





O passeio da desobediência!

Era sábado, o dia amanheceu ensolarado e como uma aventureira adolescente, eu estava prontinha para fazer um bom passeio, que cairia bem naquele dia; e não é que aconteceu mesmo! Do nada surgiu um convite, para ir com umas amigas da igreja para uma chácara há uns trinta quilômetros da nossa cidade, o trajeto seria o seguinte, sairíamos bem cedo na manhã de sábado e retornaríamos à tarde no domingo, assim não perderíamos o culto da família à noite, fiquei muito animada com esta viagem, só tinha um probleminha, minha mãezinha querida disse “não”, esse foi o pior obstáculo para que aquele esperado passeio não acontecesse; então parti para o segundo plano, chorei, esperneei e fui assim mesmo.
Que loucura! Dei-me muito mau, para inicio de conversa, ao descermos na praça da cidadezinha, tivemos que passar pelo meio de um bananal muito escuro e parecia assombroso, só eu e minha amiga Joana, pois sua irmã já havia ido dois dias antes de nós, como passei medo ali, voltar não tinha como, pois o ônibus só saia da cidade uma vez por dia, prosseguimos bananal a fora, quando baixei meus olhos para o chão em que andávamos, avistei o que eu jamais queria ver, mandruvás (coró), de bananeiras, agora pensa no medo que eu tinha desses bichos, aliás eu não tinha medo, eu tinha mesmo era pavor, fiquei sem saber o que fazer, era como o velho ditado “se correr o bicho pega e se ficar o bicho come”, danei a chorar no meio daquele caminho, queria mesmo era a minha mãe naquela hora! Em fim chegamos ao velho casebre, tudo era estranho, ali tinha uma sala, uma cozinha e dois quartos, os quais eram divididos, um para o pai e o filho e o outro para cinco filhas, as quais dormiam apertadas em duas camas e pra ficar mais apertado ainda, éramos mais três; no quarto entrava raios do sol que clareava os casulos pendurados pela telha de barro e na trave da humilde casinha; sem contar que as aranhas teciam as teias, noite e dia na janela como se fossem cortinas, a única coisa apreciável que os meus olhos viram, foi uma velha fornalha acessa o tempo todo, e sobre ela as antigas panelas de ferro ferviam, eu sabia que ia sair dali algo muito bom e gostoso. Para banhar, não foi nada fácil, o banho era de bica, a água era gelada e o sabão era de bola, não havia nele perfume algum. Ao retornarmos do banho é que fui perceber que a casa ficava no meio de uma plantação de mamoneiras, quando olhei não acreditei no tanto de mandruvás verdes e grandes que avistei ali, pareciam cobras de tão grandes e horríveis que eram, corri o mais depressa para dentro da casa, só sei que a noite não preguei os olhos quase nada, os raios da lua entrava pelas fendas do telhado e eu conseguia avistar aranhas tecendo e casulos por todo o telhado.
              Fui acordada muito cedo, se é que dormi, o sol ainda escondia atrás da mata, partimos então para uma extensão daquele passeio, indo para uma fazenda que diziam ser perto dali, acho que foi a caminha a pé mais longa da minha vida, este lugar parece que não existia, pois ele nunca chegava, passamos por uma mata, depois por um bananal, do qual eu não gostei nadinha, atravessamos um córrego, um pasto e em fim avistamos uma casa muito grande e ali matamos a fome, com uma delicia de frango caipira, era hora de voltar,fizemos aquela trajetória tudo de novo, passamos pelos mesmos obstáculos, o cansaço tomou conta do corpo, e o pior é que não daria mais tempo de chegar à cidadezinha e pegar o ônibus, pois ele agora só viria na segunda feira, naquele tempo não existia celulares no Brasil, então não tinha como avisar meus pais, e eles estavam preocupados comigo, e eu queria voltar e nem no sonho queria passar mais uma noite ali.
Ao nos aproximarmos do casebre, quase entrei em pânico, temi muito em olhar para as mamoneiras, só sei que entrei correndo ali, arrumei meus pertences e já fui dizendo “vocês podem até ficar aí, mais eu já estou saindo”, me disseram que eu não deveria ir, pois onde eu iria passar a noite, se ônibus só viria no outro dia; despedi de todos e agradeci e já fui saindo com uma coragem de louco, eu estava resolvida a dormir em qualquer lugar que eu encontrasse pelo caminho, com essa minha atitude, minhas amigas para não me deixarem sozinha, me alcançou pelo caminho, eu orava o tempo todo pedindo a Deus que nos enviasse uma carona, quando chegamos à beira da rodovia, vinha um ônibus de outra localidade, acenamos e pedimos que parasse e nos levasse até nossa cidade e assim Deus usou de misericórdia conosco e então retornamos em paz. Por pior que fosse o castigo que me esperava, nada comparava ao medo e angustia que senti. A vontade de chegar a minha casa era imensa, queria a segurança de meus pais e o conforto de minha cama. Esse foi o pior passeio da minha vida, o passeio da desobediência.
Aprendi muito com isso, a desobediência nos leva a prejuízos, nos tira de debaixo da proteção de Deus; distante de Deus, estamos totalmente desprotegidos, o medo e a angustia toma conta de nossa alma. O preço da desobediência não vale apena, é sofrimento na certa.
“Porque, como pela desobediência de um só homem, muitos foram feitos pecadores, assim pela obediência de um, muitos serão feitos justos”. Romanos 5:19.
O pecado é a causa do fracasso!
Quer ter sucesso? Ande em fidelidade com Deus! 

Aconselhamento cristão por Rosa Dias




Ele quer nos dar crescimento!

“Bem-aventurado o homem que suporta a tentação; porque, quando for provado, receberá a coroa da vida, a qual o Senhor tem prometido aos que o amam”.Tiago 1:12.
              Hoje é outro dia, a alegria invade me ao acordar e ver que tudo esta bem, ainda trago no rosto um largo sorriso do dia de ontem. Quero aqui compartilhar com você, dias especiais que aconteceram na vida do patriarca Noé, o tempo vai passando e vamos gravando em nossas mentes somente as horas trágicas e difíceis que aconteceram a ele, sendo que também houve dias maravilhosos para ele e sua família, é obvio que depois da grande tempestade, sempre vem à bonança. No capitulo oito de Genesis encontramos o velho Noé com sua família abençoada, dentro de uma grande barca, ficaram ali em torno de um ano, vendo somente águas e animais; já imaginou se tivéssemos que ficar dentro de nossa casa por trezentos e sessenta e cinco dias; quem você chamaria da sua família para passar essa temporada com você? Imagino que você deva ter escolhido a dedo as pessoas que mais se identifica ao seu estilo de vida; e se fosse para você escolher sete irmãos da igreja, quais seriam eles? Será que conseguiríamos mesmo? Uma coisa é ficar uma semana e outra um ano, logo começaria as grandes descobertas, um que roncasse pela madrugada, outro muito barulhento durante o dia, quem sabe um estressado e outro chorão demais, to achando que não daria para aguentar, será que o cheiro forte dos animais e o barulho deles não incomodava um pouco a família diluviana? E sem falar na vontade de sair daquele ambiente fechado e respirar o ar puro da natureza; mais eles aguentaram firmes, esperando o raiar de um novo dia, esperar era algo que eles sabiam fazer muito bem, afinal foram cento e vinte anos de longa espera até o dilúvio acontecer, quantas zombarias eles ouviram, muitas foram as críticas, talvez o vizinho tenha até se condoído e ajudado um pouquinho naquela magnífica construção. Deus lembrou se de Noé e sua família, e concedeu o dia tão esperado a eles, o dia da saída, deve ter sido esplendido e inesquecível esse dia, a alegria estampada em cada rosto, talvez um dos filhos tenha dito: Enfim, terra firme! Deus deu lhes de presente a terra inteirinha, que presentão! Fico pensando que talvez o leitor esteja passando por dias semelhantes a estes, obediente, dentro do plano de Deus, mais ansioso para terminar logo a prova e receber das mãos de Deus um presente maravilhoso! Deu pra ver como foi que eles receberam esse dia de benção? Foi através da obediência, o acreditar e não murmurar.
O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã”. Salmos 30:5b.
               Deus está muito interessado em nos encher de sua graça, nos revestir do seu poder e nos salvar. Ele quer nos dar crescimento segundo o seu plano, e para isso nos prova. Precisamos crescer em Deus; se andarmos segundo os seus conselhos e o servimos de todo o nosso coração, então Ele nos dará este crescimento.
           Muitas vezes em nossas vidas, acontecem coisas que não queremos aceitar e ficamos até revoltados com Deus, porém são circunstancias que nos levam ao crescimento. A humilhação nos leva ao pó, e assim seremos reconstruídos novamente. Quando ele nos põe no deserto, é para procurarmos um Oásis, ele é esse Oásis. Quando ele fica em silêncio, nesse momento entendemos que Deus se calou e aí queremos falar mais com ele. Quando estamos sem saída, nesta hora pedimos socorro e queremos estar mais perto dele. Quando ficamos na solidão, é aqui que se identifica se o servimos de verdade. Quando Deus trabalha conosco, não é para nos fazer sofrer, mais sim para nos tomar vencedores, a nossa vida espiritual deve sempre estar, pois Deus nos envia provas a fim de nos fortificar.
“Tu, que me tens feito ver muitos males e angústias, me darás ainda a vida, e me tirarás dos abismos da terra”. Salmos 71.20.

O pecado é a causa do fracasso!
Quer ter sucesso? Ande em fidelidade com Deus! 


Aconselhamento cristão por Rosa Dias




“Os Amuletos da Fé”

 Resultado de imagem para amuletos da fe        

O que é amuleto?

Amuleto é um  objeto que um individuo acredita que pode trazer sorte ou proteção. Está muito vinculado ao imaginário popular.

Amuletos Populares

“Objetos consagrado que traz em si o axé, a força mágica do Orixá, do santo católico ou guia de luz, a quem ele é consagrado”.

Na mitologia os orixás são guardiões dos elementos da natureza e representam todos os seus domínios, (a realidade física em que os humanos estão inseridos segundo a tradição iorubá). A Conta do Orixá ou como também é conhecida por Guia, é um colar de miçangas confeccionado obedecendo a padrões religiosos. Vivendo sob a proteção de Oxalá.

A utilização de alguns amuletos é bastante conhecida  por todo o Brasil entre eles estão:
>Trevo - de - quatro – folhas
>Patuá
>Figa:
>Crucifixo:
>Ferradura: Pata de Coelho:
>Imã:
>Fitinhas de Santos:
>Contas dos Orixás e outros.

Às vezes guardamos coisas  em nossos lares que, na verdade, não são bênçãos; mas sim portas de entrada dos demônios. Precisamos eliminar  todo vínculo com as trevas que ainda permanecem em nossas casas.

Os Amuletos nas Igrejas


A Influência de objetos amaldiçoados

                Comprei um carro e depois disso nada em minha vida dá certo. Algumas pessoas dizem que objetos podem vir carregados de maldição e energias negativas. Até que ponto isso é verdade? Será que o meu carro novo está fazendo com que tudo na minha vida dê errado? Um objeto enfeitiçado tem o poder de destruir a vida do crente? Uma casa, um carro, objetos que pertenceram a pessoas que servem ao diabo tem poder contra a vida do crente?  Aí é que mora o problema, será que todos são verdadeiramente crentes fiéis? Acharia Deus graça em nós ou acharia os demônios brecha em nós?  Contra o crente fiel não há encantamento, afinal ele é fiel e Deus vê isso e o protege de qualquer maldição; mas e se o crente não for fiel, vive uma vida de duas aparências, uma na igreja e outra no mundanismo? Pode ter a certeza, a maldição terá domínio sobre o infiel.

Será que precisamos do visível para crer em Deus?
                 Está virando febre, os símbolos e objetos judaicos usados como uma porta para a benção. Muitos comércios oferecem aos clientes símbolos judaicos, os quais se transformam em amuletos nas mãos dos crentes; já existem empresas especializadas em relíquias evangélicas. Se você quiser fazer a campanha da chave que abra a porta da felicidade, da arca da aliança que renova a presença de Deus, do óleo ungido que protege do Diabo, do toque do chofar, da rosa ungida, etc. não se preocupe as relíquias já estão prontas ao seu dispor em lojas especializadas no comércio do sagrado. O próximo passo é descobrir um texto, tirá-lo do contexto e montar uma desculpa para que aquela lembrancinha seja trocada pela oferta absurda. Muitos dizem que aquilo que trata se apenas de uma simbologia para lembrar o propósito da campanha, mas ai tem um grande problema: as seitas também dão a mesma desculpa quando falam de suas imagens, para eles, as imagens ajudam o homem a lembrar de Deus e estar mais perto do Senhor.
Alguns dizem: “Eu tenho fé que Deus vai me conceder esta benção. Eu vou colocar “isto” (o que é ligado à campanha) na porta da minha casa e Deus vai visitar a minha casa”.

A fé não vem pelo que vemos e nem pelo que temos em mãos. (Hebreus 11.1). Rm 10.17. A fé vem pelo ouvir a palavra de Deus. Eu não preciso do amuleto para ser abençoado, Deus não negocia bênçãos e não tão pouco elas estão à venda; Deus não é comerciante, ele é Deus. Sou abençoado pela palavra de Deus, por sua presença, pelo Espírito Santo em minha vida, sou abençoado por ser Templo do Espírito Santo; ele me abençoa porque a sua misericórdia é grande. Paulo afirma que somos templo do Espírito Santo – I Coríntios 6 v. 19-20.
Eu não preciso ir a Jerusalém para conseguir bênçãos e prosperidades – O Deus de Israel esta em mim e não em um lugar geográfico. A ida a Jerusalém traz conhecimento geográfico e histórico, ela me traz um modo de conhecer os lugares citados na Bíblia, ir lá é uma benção maravilhosa, trazer réplicas como lembrança, é muito bom e não faz mal algum. Agora trazer as réplicas e fazer delas um amuleto é absurdo. O Espírito Santo não precisa de matéria para habitar; ele precisa de corações que o adore em espírito e em verdade.

Algumas igrejas querem ressuscitar as festas judaicas, mas o que isso tem a ver com a igreja de hoje?
O conceito é invertido, os valores são perdidos em rituais e a cada campanha a fé é ligada em algo que não é a fé verdadeira.
[Efésios 5:6-7,11].

Vejamos algumas...
Campanha Vale do Sal/Campanha da rosa ungida/campanha do Chofar/A campanha da Arca da aliança/Campanha da Prosperidade/Campanha da Fogueira/Campanha
do óleo santo de Israel/Campanha do cajado da vitória/Campanha Tocando o Manto de Jesus/ Campanha Das 12 Pedras do Altar, etc. Não precisamos de nada disso...  Hoje, a arca da aliança sou eu e você tendo a presença de Deus dentro de nós, nós somos o templo do Espírito Santo.  O que todos precisam verdadeiramente é de conhecer o Senhor Jesus, ao ponto de crer verdadeiramente que Ele existe e para conhece ló não precisamos de nada palpável, o que precisamos é de seguir exemplos de pessoas que quando aproximaram de Jesus, receberam milagres, quando a mulher do fluxo de sangue foi curada, acaso ela levou alguma coisa em suas mãos? Simplesmente ela levou fé em seu coração ao ponto de pelo menos conseguir tocar nas orlas das vestes de Jesus, isto é porque para ela talvez não fosse fácil receber o toque das mãos do Senhor, devido a grande multidão que o apertava, mais para ela, se ao menos tocasse em sua orla, já estava bom demais, ela seria curada, o que curou aquela mulher não foi à orla da veste de Jesus, o que fez ela, receber a cura, foi à fé em Jesus; outros exemplos foram dos leprosos, cegos, endemoniados, paralíticos e coxos, nenhum precisou de objetos para receberem milagres, precisou de crer em Jesus, daí a quem diga que a sombra e lenço de Pedro e Paulo fizeram milagres, sendo que na verdade o dono do milagre é Jesus, e se alguém quer se comparar aos dois, então que sofram a sentença de morte que eles receberam, só assim saberemos se são comparados a eles. Não somos judeus para praticarmos rituais judaizantes, somos novas criaturas e devemos crer que O Consolador faz morada em nosso ser, se formos fiéis a Ele.
               Povo de Deus, pregadores e missionários; peçam o Espírito de Sabedoria a Deus e aprendam a levar Jesus aos corações pela fé e não por meio de objetos, aprendam que devemos ser moradas do Doce e Meigo Espírito Santo, faça da Bíblia o seu manual de fé e prática cristã.

O pecado é a causa do fracasso!
Quer ter sucesso? Ande em fidelidade com Deus! 

Aconselhamento cristão por Rosa Dias



sábado, 24 de janeiro de 2015

Hoje sou cidadão do céu!

(Um testemunho real)
Porque para mim o viver é Cristo, e o morrer é ganho. Filipenses 1:21.
Após ler este testemunho você caro leitor ficará fortalecido na tua fé, pois o mesmo Jesus que transformou a vida deste homem, tudo fará por você e por sua família, tão somente creia, Ele garanti a vitória.
Depois de Jesus, o apostolo Paulo, foi o homem de maior exemplo de fé para seguirmos; esse homem corajoso, ousado na verdade era um perseguidor da igreja de Cristo, consentia na morte de inocentes, respirava o mal e o sangue; não tinha um bom testemunho de cristianismo, mais executava a sua tarefa ao pé da letra; agora ao escrever aos irmãos de Filipos, ele já expõe seu novo nascimento, agora Paulo é um homem totalmente rendido e consagrado a Deus; de certa forma Paulo perseguia a igreja acreditando estar com a razão, pois defendia a sua fé e lei. “Mais eu, não defendia fé alguma, todavia estava condenado ao mesmo inferno que Paulo antes de aceitar o evangelho da cruz. Quero muito, que você leia essas palavras, às quais confiei a irmã Rosa Dias, para publicar no seu escrito, com amor e muita atenção; talvez você conheça alguém com o mesmo problema pelo qual passei, eu encontrei a saída e está saída é Jesus Cristo o filho do Deus Vivo, e Ele está de braços abertos para todos quantos queiram entregar se a ele”.  Marco Aurélio
             Outrora eu vivia sem rumo e sem destino, aparentemente aos meus olhos; mais o destino me aguardava. Na última eleição, compareci para votar como um bom cidadão, ao colégio que outrora estudei quase que a minha vida inteira, e nesta oportunidade, encontrei ali, amigos da infância, aqueles que brincávamos juntos soltando pipa, jogando bola e dando ponta pés como todo menino da época fazia; ali Deus me fez lembrar, de quem eu na verdade era e em quem Ele me transformou, na oportunidade saudei ali o policial que armou um esquema para me prender, saudei também jovens viciados e homicidas, com os quais andei outrora. Fui até a urna e cumpri com o meu papel de cidadão, voltei angustiado para casa ao recordar quem eu era, mais o Espírito Santo veio e me consolou. Lembrei que na última eleição passei a noite bebendo e se drogando, sujo na sarjeta, às seis horas da manhã da eleição assaltamos um bar e roubamos cinco caixas de cerveja em garrafa, “falo isto com tristeza na alma”. Na minha vida os desejos e sonhos eram os assaltos bem sucedidos, estudar, nem pensar; envolvi-me com pessoas que há muito anos viviam no mundo do crime e ao me verem cheio de corajem, investiram em mim, são os “olheiros do crime”, quando menos esperei já estava na parafernália desta vida, o meu currículo era ladrão, viciado e prostituto, cheguei a vender o meu corpo por um simples x-salada com mulheres perdidas neste mundo. Fico muito feliz quando leio “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”. João 3:16, entendo que Ele não veio só para mim, mais veio para todos os que o quiserem. Momentos ruins aconteceram, veio a minha primeira prisão, assinei naquela ocasião, assalto a mão armada, formação de quadrilha e lesão corporal, passei trinta dias preso, Deus me tirou daquele inferno; ao invés de correr para a igreja, voltei para a velha lama do mundo do crime, minha mente estava cega e cauterizada pelo pecado; seis meses depois eu estava mergulhado em práticas piores, os assaltos agora eram mais perigosos e num desses uma pessoa veio a óbito, minha vida virou de cabeça para baixo na noite de vinte e cinco de junho de 2004, desta vez fui preso em fragrante latrocínio, 24 anos de idade, procurando acabar com a minha vida, já havia maquinado o plano para minha morte, o enforcamento, eu não estava disposto a passar trinta anos na prisão, fui interrompido de morrer, Deus enviou um jovem por nome de Geovani, o qual me impediu de fazer tal loucura, comecei a frequentar os cultos na cadeia, ali conheci um servo de Deus, por nome  André, esse homem de Deus orou por mim e eu fiquei liberto do fumo, a parti daquele dia nunca mais coloquei um cigarro na boca, essa foi a minha primeira libertação.a ingratidão pairava no meu ser e ali não voltei mais, nem se quer para agradecer pela benção recebida.
No mundo do crime, o poderoso e mais forte é quem rouba, comete crimes e trafica mais. Eu disse que se eu saísse dali, iria para a igreja, e mais uma vez Deus usou de misericórdia e me tirou dali, cheguei a ir uma vez à igreja e não voltei mais, os piores crimes agora estavam ao meu alcance, seis meses depois eu estava numa rede de TV, sendo o espetáculo do dia; acusado de oito assaltos com uma quadrilha de assaltantes, eu era amante da cocaína, na prisão eu cheguei a beber álcool puro, para saciar meu vicio de alcoólatra, eu sonhava em matar o maior numero de pessoas possíveis e morrer atirado. este currículo é nojento e tenebroso e jamais deve ser copiado por alguém.
No dia vinte e cinco de julho de 2006; às dezenove horas e trinta minutos aproximadamente, eu estava na minha casa jantando, quando recebi a pior visita de minha vida, certo cidadão entrou e me deu três tiros de revolver trinta e oito, no meu pescoço; o impulso foi tão grande que me jogou longe, agora estava ali no chão, respirando seus últimos minutos de vida, um rapaz de bermudão da moda, trajando uma camiseta legal, com chinelos bacanas, desejáveis por qualquer play boy, do que valeu tudo aquilo? Agora eu estava lá no chão engolindo sangue com pólvora, as minhas vistas foram escurecendo e senti a morte entrar pela porta e chegar bem perto de mim, arrogante, prepotente e orgulhoso, ainda achei que era capaz de sair daquela situação, sozinho, quando pela quarta vez minhas vistas escureceram, não suportei e clamei pela dona fia que orasse por mim, pois eu estava morrendo e que a única coisa que eu queria naquela hora era que Deus me perdoasse todos os meus pecados, isso eu falei assentado num poço de lama, quem ousasse chegar perto de mim, sujava com ele, mais enquanto o meu sangue sujo, impuro jorrava do meu pescoço, o Sangue Puro do Cordeiro Santo, passava sobre mim e me lavava naquela hora, enquanto a irmã Fia orava o Senhor me devolvia à vida, as minhas vistas voltaram e me levaram para a emergência de um hospital, o médico por sua vez, ao me analisar disse a minha mãe, o seu filho tem apenas um por cento de chance de vida, e se viver, não vai falar e nem andar, vai ficar paraplégico, só que o Todo Poderoso tinha planos para mim, afinal a minha mãe orou pela minha salvação a vida inteira e Deus já havia falado com ela, que ia mudar a minha história; fiquei na sala de cirurgia por seis longas horas, quando sai dali, eu estava amarrado e com tubos de oxigênio, comecei a sufocar com tudo aquilo ali e ficando quase sem forças e desfalecendo, o médico arrancou aquelas coisas e disse “tire isto de mim”, eles lagrimaram os olhos e eu não entendi, a enfermeira disse “ele não só vai falar como também vai andar, para exaltar o nome de Jesus, ele vai pregar a palavra do Senhor”, então eles me disseram “você não ia falar e nem andar”, e naquela hora eu já movimentava as pernas. O apostolo Paulo soube reconhecer o que Jesus fez por ele e seguindo o seu exemplo, hoje eu sei agradece ló em todos os dias da minha vida, pois eu estava morto e Jesus me deu vida, só me resta dizer que o viver para mim é Cristo e o morrer é lucro. Deus me libertou de uma vez só, nuca mais pratiquei as coisas pecaminosas de outrora, e hoje vivo todos os minutos da minha vida, vigiando e orando para não pecar contra Deus, Ele arrancou tudo, me libertou de ir para o inferno, conheci o verdadeiro caminho do evangelho, peguei a minha cruz e segue a carreira da fé.
O tempo foi passando e eu passei a vivenciar os milagres do Senhor na minha vida, fiz duas cirurgias, fui cometido de uma forte anemia, com isto não tinha estrutura mais para cirurgias, o meu esôfago estava amarrado e eu de forma alguma podia tomar água, eu estava vegetando, mais eu sentia a presença de Deus em minha vida de uma forma muito real, nos primeiros meses eu internava sempre, quase não dava para ir para igreja, mais eu estava convertido, não largaria o Deus que me deu vida nunca, meus primeiros passos para a casa do Senhor eram na garupa da bicicleta de minha mãe, conheci nesta época o pastor Lindomar Silva com a família, os quais graças a Deus ainda são os meus pastores, estes me cobriram de orações e ajudas possíveis, a igreja em si orava por mim, nunca fui amado daquele tanto por pessoas que mal me conheciam. Eu levava comigo aos cultos, uma toalha para limpar minha saliva, pois eu não podia de forma alguma engolir nada. Numa campanha intitulada “Vitória em tempos de crise”, Deus revelou a uma irmã que havia um anjo com a mão no meu pescoço, passei quatro meses nesta situação, até chegou a hora de fazer um exame de endoscopia, como eu estava isolado da cintura para cima, quase não deu para fazer o exame por completo, o médico ao abrir o exame, ficou surpreso e me disse “tem alguma coisa errada”, nesta hora glorifiquei o meu Deus, sabendo que naquele dia o anjo estava mim trazendo o milagre da cura; o doutor me colocou por traz de um aparelho e me deu um liquido branco para beber, este liquido iria detectar onde passava e onde estava errado, o doutor olhou, observou bastante e disse: “está tudo normal dentro de você”, e com o tempo os pontos foram saindo até na minha pele, não precisei  ser aberto, Jesus o médico dos médicos havia me curado, eu amo o meu Jesus.
Um dia ao chegar à igreja mais cedo, olhei pela vidraça que avistava para o outro lado da cidade, vi um fogo que queimava uma grande mata, comecei a chorar porque o Espírito Santo dizia a mim, “você estava perto do fogo do inferno e hoje está dentro da minha casa”, fiquei maravilhado em ver e presenciar a misericórdia de Deus. Hoje ganho almas por onde o Senhor me leva, faço a missão, em cadeias, presídios e casas de recuperação, outro dia dezessete almas aceitaram a Jesus no presídio, fico muito agradecido ao meu Deus, por ter me achado, Ele é maravilhoso. Deus me deu uma esposa linda e abençoada, Daniele, uma serva de Deus; ‘hoje sou cidadão do céu’; sou evangelista por honra e glória do nome do Senhor; a cada dia vejo a minha família alegre e maravilhada por ver uma verdadeira transformação em minha vida. Deus mudou toda a minha história e mudara também a sua, tão somente creia e o mais Ele fará. Ele é misericordioso, infinitamente misericordioso.
(Testemunho do evangelista Marco Aurélio).
Se Deus fez na vida desse homem, acaso crendo você, também não verá a salvação para os teus? Deus é a saída, tão somente creia, ele garante a vitória!

O pecado é a causa do fracasso!
Quer ter sucesso? Ande em fidelidade com Deus! 


Aconselhamento cristão por Rosa Dias





A mentira tem pernas curtas!

Quando adolescente, tive uma experiência, que me fiz crescer muito. Era dia de domingo, depois da Escola Bíblica Dominical; fomos um grupo de seis adolescentes, almoçar na casa da irmã Lazarina, (a qual já partiu para o Senhor), sempre fazíamos isso aos domingos; próximo a casa dela, havia um pasto e lá no meio dele uns três pés de mangueiras; pegamos atalho, e fomos em direção àquelas mangueiras; eu ia na frente das meninas, e como gostava de uma pregar peças nos outros, essa era uma boa oportunidade; adiantei meus passos e distanciei-me um pouco; de repente voltei correndo pelo atalho em direção a elas, gritando num maior alvoroço: “Eu vi uma cobra, tem uma cobra vindo”, elas assustaram tanto, que correrão de volta apavoradas, e em meio a risos, eu dizia “para gente, é brincadeira minha, para gente, volta”, foi ai que elas pararam e voltaram, ao perceberem que era mentira minha; prosseguimos avante e lá vai eu pelo caminho, quando lá mais na frente, avistei uma enorme cobra, atravessando na minha frente e descendo em direção ao córrego, eu quase morri de medo e muito assustada voltei correndo em direção a elas e apavorada gritei: “Gente corre que agora é verdade, tem mesmo uma cobra enorme na estrada”, e elas diziam: “ah, tem uma cobra? De que tamanho?”, de forma alguma acreditaram em mim e não viram nada de cobra, pois ela já havia entrado para o meio do pasto, e eu dizia: “Gente não vai, é perigoso, tem uma cobra por aí”; elas não acreditaram em mim e prosseguiram o passeio, colheram suculentas mangas e eu lá de longe com muito medo, não ousava chegar perto dali, elas voltaram com as mãos cheias e nunca acreditaram na minha história de ter visto mesmo uma cobra, aquela mentira foi uma experiência para mim, pois aprendi que quando mentimos, depois é difícil convencer alguém com a nossa verdade.
A mentira tem pernas curtas, ninguém vai a lugar nenhum pela mentira, acabam se perdendo pelo caminho, a mentira é uma enorme pedra de tropeço, aqueles que acham estar bem sucedidos por causa da mentira, um dia terão que prestar conta disso.  A Bíblia diz que o pai da mentira é o Diabo.
Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira”. João 8:44.
E a Bíblia nos aconselha a falar a verdade e tão somente a verdade.
“Por isso deixai a mentira, e falai a verdade cada um com o seu próximo; porque somos membros uns dos outros”. Efésios 4:25.
 “Ficarão de fora os cães e os feiticeiros, e os que se prostituem, e os homicidas, e os idólatras, e qualquer que ama e comete a mentira”. Apocalipse 22:15.
“Que vantagem tem os mentirosos? A de não serem acreditados quando dizem a verdade”.  Aristóteles
Como sair da mentira?
“E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará”. João 8:32.


O pecado é a causa do fracasso!
Quer ter sucesso? Ande em fidelidade com Deus! 



Aconselhamento cristão por Rosa Dias

O capitulo imaginário!

Resultado de imagem para salvação em jesus versículo  Imaginemos nós moradores da Terra, vivendo junto a povos diferentes? Aquele povo verdinho que veio do espaço; é, aqueles de anteninhas na cabeça e que fazem zzzzzzzzzzzz! Pois bem, quero chamar esse capitulo de “O capitulo imaginário”, devido à viagem imaginária que fiz durante a noite após ter tido um sonho muito estranho, logo você saberá que sonho foi esse. Pense que esse é o seu mundo.

A vizinhança:
Seus vizinhos da esquerda é uma família normal, irmão Pedro e irmã Conceição, “ei irmã Maria, venha aqui, prova estes biscoitos que fiz”! Essa é a irmã Conceição gritando a irmã Maria por cima do muro; coisa normal do dia a dia.
No mercado:
Olha lá a senhora zzzzzzzzzzzz esta chegando do mercado, quantas folhas verdes ela comprou hoje, hein? É por isso que eles são tão verdinhos assim, mais apesar deles serem verdinhos assim, é gente boa demais.
Na praça:
Ué, faz tempos que o senhor zzzzzzzzzzz, já não vinha mais na praça.
No banco:
A placa indica “fila única”, e você divide espaço com dezenas de homenzinhos verdes.
No hospital:
“Doutor zzzzzzzzzzz, favor comparecer no consultório quatro. Urgente, doutor zzzzzzzzzz, favor comparecer no consultório quatro”. Está é a voz da radialista chamando o doutor pela rádio local.
No campo de futebol:
“Gooooool, goooooool, para equipe dos verdes”, grita o locutor no estádio de futebol.
Na pizzaria:
“Mesa 10, pizza saindo”, até que enfim, lá vem à garçonete verdinha trazer a pizza para a sua mesa.
No posto de combustível:
“nossa a fila de carros hoje tá enorme”, disse um verdinho ao lado.
            Você dividiu seu espaço com os verdinhos, não foi? Agora estará dividindo o com outros seres, os demônios.
Essa historinha está parecendo conto de carochinha, não é? Só que agora nós vamos colocar no lugar dos verdinhos, os demoniozinhos.
A vizinhança:
Os demônios estão rodeando a sua casa, a procura de uma brecha para entrar.
No mercado:
Um assalto está para acontecer, olha quantos demônios entraram no mercado está manhã.
Na praça:
O passeio com as crianças está muito tranquilo, graças a Deus, mais observe lá debaixo daquela árvore, quantos garotos se drogando, mais também, com tantos demônios ali perto.
No banco:
Você olha para os lados e vê andando pelo banco, dezenas de demônios, irritando pessoas e provocando rixas.
No hospital:
Você ouve pessoas murmurando e chorando, revoltadas com a longa espera. Elas estão impacientes, e no meio delas, você vê vários demônios atormentando as.
No campo de futebol:
O número de demônios é mais do que de seres humanos, e você fica horrorizado de tanto ouvir palavrões.
Na pizzaria:
Dá se uma briga enorme, daquelas de chamar a policia, uma pessoa é ferida, por bala perdida, você vê os demônios sorrindo de toda aquela situação.
No posto de combustível:
Tem demônios dentro dos carros, em cima dos carros, em pé para todos os lados.

Ufa! Chega! Acho que você se cansou de ver demônios e verdinhos, não foi?
Tem alguma coisa nesta história que não está batendo bem, será que é porque, os verdinhos são bons e os demônios são maus?  Para você, qual é a diferença entre os verdinhos e os demônios?
É que, os verdinhos não podem estar no seu mundo, pois eles não existem, são imaginários; enquanto os demônios são reais e estão mesmo por todas as partes, ao seu derredor, no supermercado, na praça, no hospital, no posto, no banco, etc.
“E também de muitos saíam demônios, clamando e dizendo: Tu és o Cristo, o Filho de Deus. E ele, repreendendo-os, não os deixava falar, pois sabiam que ele era o Cristo”. Lucas 4:41.
 Eles estão atuando em todos os lugares, a toda hora, estão desesperados, correndo contra o tempo, procurando a quem possa tragar.
“Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar”. 1  Pedro 5:8
Sabe por que nós não o vemos? Por causa da misericórdia de Deus, que venda os nossos olhos, para não vê lós; se os víssemos em visão real, já estaríamos loucos, pois são seres desfigurados e tenebrosos. Ah! Se não fosse Deus, com sua infinita misericórdia!

“Torre forte é o nome do SENHOR; a ela correrá o justo, e estará em alto refúgio”. Provérbios 18:10.
Você lembra que no inicio deste capitulo, eu disse que tive um sonho? Pois bem, sonhei que havia uma mata fechada cortada por uma estrada, e em torno duns dez demônios, horríveis, corpo de homens e cabeça de bode, saiam correndo feito loucos de dentro da mata e atravessavam a estrada e depois voltava e fazia a mesma coisa, e então perguntei a um homem muito alto que caminhava ao meu lado: Quem são eles? Ele respondeu: São demônios que atuam nas matas, observe que eles correm desesperados pra lá e pra cá, sabe o que é isto? Eu disse: Não; então ele prosseguiu dizendo: Se nas matas que são habitadas por seres irracionais eles estão agindo dessa forma, procurando suas vitimas; agora imagina como estão no meio da multidão? Os demônios estão procurando a quem possa tragar. Foi aí que acordei assustada, e comecei a escrever este capitulo.
 “O ladrão não vem senão a roubar, a matar, e a destruir; eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância”. João 10:10.
Quem poderá nos ajudar? Somente Jesus Cristo, ele é a semente da mulher, nasceu para vencer e nele somos mais do que vencedores. Portanto sede prudentes, no mundo em que vivemos existem demônios e eles não estão de brincadeira.
“Sujeitai-vos, pois, a Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós”.Tiago 4:7.
“Eis que vos dou poder para pisar serpentes e escorpiões, e toda a força do inimigo, e nada vos fará dano algum”.Lucas 10:19.


 “Mas em todas estas coisas somos mais do que vencedores, por aquele que nos amou”.Romanos 8.37.

O pecado é a causa do fracasso!
Quer ter sucesso? Ande em fidelidade com Deus! 

Aconselhamento cristão por Rosa Dias