Total de visualizações de página

Só Jesus Cristo salva!

terça-feira, 29 de julho de 2014

Estudo no Salmo 22

“O Salmo da crucificação”
Leitura Salmo 22 
1 ¶ Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste? Por que te alongas do meu auxílio e das palavras do meu bramido?
2 Deus meu, eu clamo de dia, e tu não me ouves; de noite, e não tenho sossego.
3 Porém tu és santo, tu que habitas entre os louvores de Israel.
4 Em ti confiaram nossos pais; confiaram, e tu os livraste.
5 A ti clamaram e escaparam; em ti confiaram, e não foram confundidos.
6 Mas eu sou verme, e não homem, opróbrio dos homens e desprezado do povo.
7 Todos os que me vêem zombam de mim, estendem os lábios e meneiam a cabeça, dizendo:
8 Confiou no Senhor, que o livre; livre-o, pois nele tem prazer.
9 Mas tu és o que me tiraste do ventre; fizeste-me confiar, estando aos seios de minha mãe.
10 Sobre ti fui lançado desde a madre; tu és o meu Deus desde o ventre de minha mãe.
11 ¶ Não te alongues de mim, pois a angústia está perto, e não há quem ajude.
12 Muitos touros me cercaram; fortes touros de Basã me rodearam.
13 Abriram contra mim suas bocas, como um leão que despedaça e que ruge.
14 Como água me derramei, e todos os meus ossos se desconjuntaram; o meu coração é como cera, derreteu-se no meio das minhas entranhas.
15 A minha força se secou como um caco, e a língua se me pega ao paladar; e me puseste no pó da morte.
16 Pois me rodearam cães; o ajuntamento de malfeitores me cercou, traspassaram-me as mãos e os pés.
17 Poderia contar todos os meus ossos; eles vêem e me contemplam.
18 Repartem entre si as minhas vestes, e lançam sortes sobre a minha roupa.
19 Mas tu, Senhor, não te alongues de mim. Força minha, apressa-te em socorrer-me.
20 Livra a minha alma da espada, e a minha predileta da força do cão.
21 Salva-me da boca do leão; sim, ouviste-me, das pontas dos bois selvagens.
22 ¶ Então declararei o teu nome aos meus irmãos; louvar-te-ei no meio da congregação.
23 Vós, que temeis ao Senhor, louvai-o; todos vós, semente de Jacó, glorificai-o; e temei-o todos vós, semente de Israel.
24 Porque não desprezou nem abominou a aflição do aflito, nem escondeu dele o seu rosto; antes, quando ele clamou, o ouviu.
25 O meu louvor será de ti na grande congregação; pagarei os meus votos perante os que o temem.
26 Os mansos comerão e se fartarão; louvarão ao Senhor os que o buscam; o vosso coração viverá eternamente.
27 Todos os limites da terra se lembrarão, e se converterão ao Senhor; e todas as famílias das nações adorarão perante a tua face.
28 Porque o reino é do Senhor, e ele domina entre as nações.
29 Todos os que na terra são gordos comerão e adorarão, e todos os que descem ao pó se prostrarão perante ele; e nenhum poderá reter viva a sua alma.
30 Uma semente o servirá; será declarada ao Senhor a cada geração.
31 Chegarão e anunciarão a sua justiça ao povo que nascer, porquanto ele o fez.
Introdução
As palavras iniciais remetem o leitor à crucificação, pois Jesus as citou na cruz (Mateus 27.46).  É comum, portanto interpretar o salmo 22 apenas com referencias a vida de Jesus; precisamos também saber o que ele significava para o salmista na época em que foi escrito.
·                  O  salmo divide em duas partes:
1.  (Sl 22: 1-22) é uma lamentação do salmista que se encontra profundamente angustiado e tem impressão de que Deus o abandonou.
2. (Sl 22: 22-31) é um cântico de louvor a Deus por aquilo que ele fez na vida do salmista, juntos as duas seções ensinam uma profunda lição teológica relacionada à lacuna que às vezes observamos entre a vida de fé e nossa experiência. Apesar de o salmista crer em Deus, esta sofrendo; a fé em Deus não exclui o sofrimento; há muitos cristãos que pensam que os verdadeiros fiéis não experimentam o sofrimento e que este é sinal de pecados ocultos. O salmo 22 contesta essa ideia. O salmista não confessa nenhum pecado; pelo contrário, expressa sua fé intensa e devoção ao Senhor. Apesar de sua confiança e fé, porém, sofreu e se sentiu abandonado por Deus; precisamos lembrar que a fé não é uma vacina contra enfermidades e sofrimentos; ter fé significa, contudo, que ao passarmos pelo sofrimento, a mão do Deus fiel estará presente para nos salvar. Por isso o salmo 22 começa com clamor de desespero e termina com louvores pelo livramento. (conferir C.B.A)
·                  O  salmo também é messiânico ‘o sofrimento do Messias’.
***  O  Embora tivesse sido escrito 1.000 anos A.C, é uma descrição tão vívida da crucificação de Cristo que poderíamos pensar que o autor estava pessoalmente presente ao pé da cruz; as palavras de Jesus ao morrer (v.1), os escárnios dos seus inimigos (vs. 7 e 8), suas mãos  e pés transpassados (v.16), suas roupas divididas entre os soldados  (v. 18), algumas dessas declarações não são aplicáveis a Deus nem a qualquer acontecimento conhecida da historia, mas tão somente a crucificação de Cristo. (M.BAH).
***  O  A súplica por livramento.
No auge do sofrimento, o Senhor Jesus também teve a sensação de abandono. Dirigiu-se ao Pai usando as mesmas palavras ‘Deus meu, porque me desamparastes?’ Mt 27.46;  devido a sua condição humilhante, o Senhor Jesus se tornou objeto de escárnio e as pessoas ao seu redor  zombavam d’Ele, (v.8).
*** No sofrimento de Jesus; ele se desumanizou e os outros o veem como um pouco mais que um verme, conforme Isaias havia predito; foi desprezado e se tornou como um de quem os homens escondem o rosto, Isaias 53.3, (V.6).
*** Aparentemente abandonado por Deus, desprezado e alvo de zombaria daqueles que o cercam (v.11), os inimigos são descritos como touros e como leão (v.12 e 13), os touros de Basã eram conhecidos por seu tamanho e força, de modo que a imagem expressa o poder e ameaça dos inimigos que o cercam; fazemos a mesma ideia com o leão que despedaça a sua presa, e ainda seus inimigos são comparados como cães que farejam um homem morto (VS. 14 – 16). Mateus 27.35 informa que ao prender Jesus, mesmo antes dele morrer, já repartiram suas vestes; sabemos, pois que as vestes e pertences do defunto só se repartem depois de enterrado.
*** Jesus sofreu a vergonha do martírio da cruz; despido e sem força, a língua presa de secura ao céu da boca, os espinhos da coroa fincavam sua fronte e o sangue escorria pelo seu rosto, entravam nos seus olhos e boca e suas narinas respiram o forte cheiro do sangue e ele impossibilitado de limpar, a agonia foi tamanha, pés e mãos presos na cruz, ninguém podia se aproximar para limpar seu sangue, ele estava no alto da cruz e sentia muita sede, uma sede  insuportável, pedia água, mas eles encharcaram uma esponja em vinagre e esfregaram em sua boca e gritavam ‘quer água, beba’.
*** Em Mateus 27.27-56 vemos a crucificação de Jesus; depois do açoitamento, o Filho de Deus foi maltratado e humilhado por soldados e apareceu em público vestindo um manto escarlate; puseram-lhe uma cora de espinho que destacava a intenção de escarnecer dele.
*** Jesus enfraqueceu fisicamente pelo açoitamento e não conseguiu carregar a cruz, lançaram mão de um homem do campo, por nome Simão, de Cirene (atual Líbia); foi obrigado pelos soldados romanos a carregar a cruz, nesta hora não achou ali um discípulo de Jesus para oferecer a carregar a cruz de seu mestre, esse privilégio foi para um gentio.
*** O Golgota era um lugar proeminente fora de Jerusalém, onde os criminosos eram crucificados. O corpo deles era deixado ali para servir de advertência ao povo, Jesus foi crucificado com uma frase sobre sua cabeça ‘Este é o Rei dos judeus’; sem duvida tratava se de uma zombaria, um tom de escárnio, mas expressava a verdade.
*** Jesus resistiu o máximo a dor; a multidão que assistia a crucificação, entre eles os principais sacerdotes, com os escribas e anciãos, proferia insultos a ele, assim como o ladrão da esquerda; a rejeição de Jesus foi total, ele sofreu terrivelmente.
*** Há nas escrituras varias referencias a esses versículos, indicando que Mateus estava interessado em contar a morte de Jesus como cumprimento da vontade e do propósito de Deus expressos no Antigo Testamento; (a escuridão que cobriu a terra é uma referencia a Amós 8.9 e mostra o descontentamento do Senhor; o desamparo na cruz, Sl 22.1; as vestes repartidas para sorteio, Sl 22.18; o vinagre oferecido, Sl 69.21).
*** Jesus manteve o controle ate o fim, ate que entregou o seu espírito; ninguém lhe tirou a vida, ele mesmo a ofereceu em resgate de muitos. O véu do templo rasgado por causa do terremoto tinha importância simbólica para os escritos dos evangelhos; o véu separava o santuário do restante do templo, seu rompimento marcou a abertura do caminho entre os homens e Deus por meio de Jesus e a rejeição ao antigo sistema de sacerdotes e sacrifícios, que dominava o templo e suas atividades.
*** Mateus é o único que menciona após a morte de Jesus, um terremoto e a ressurreição de muitos corpos de santos que dormiam.
*** Os próprios  soldados que o crucificaram afirmaram ‘verdadeiramente  este era o Filho de Deus’.
·                  Jesus é sepultado (Mateus 27.57-66).
José de Arimatéia obteve permissão para sepultar Jesus, a fim de que ele não fosse lançado em uma vala comum, ou deixado ali na cruz para as aves e betas feras, pois esta era uma sentença para os corpos crucificados; José correu o risco de se tornar ritualmente impuro no sábado por haver tocado um morto, mas ele quis demonstrar seu amor e seu respeito pelo mestre. As mulheres continuaram ali, observando o que acontecia.
·                  Jesus é ressuscitado (Mateus 28.1-15).
O testemunho das mulheres era pouco valorizado em Israel; sendo inadmissível na corte; nem o apostolo Paulo cita mulheres como testemunhas da ressurreição (I Cor 15.5-6); por isso é surpreendente que os evangelhos relatam que as primeiras testemunhas da ressurreição tinham sido as mulheres; Mateus não poderia inventar essa historia, essa historia é contada e aceitada porque é verdadeira. O anjo ignorou os guardas e falou apenas com as mulheres, ele as tranquilizou, ele sabia que elas estavam procurando por Jesus e mostrou a tumba vazia. As mulheres foram tomados por um tipo de emoção e então Jesus apareceu a elas em pessoas e as saudou, elas caíram aos pés do Senhor e o adoraram, porém alguns dos discípulos duvidaram da ressurreição de Jesus, mas elas não, tal atitude elevou as mulheres a uma certa honra aos olhos dos apóstolos e diante do mundo, as mulheres devem continuar dizendo ao mundo que Jesus ressuscitou dos mortos e esta vivo. Mesmo assim muitos homens não concordam ainda hoje em mulheres estarem na frente da obra, porém Deus não as veem assim, ele ignora tal atitude, Ele é Soberano e honra e levanta quem Ele quer, Ele sabe quem tem a sua obra no coração e anseia por proclama La.
·                  O boato (Mateus 28.1-15).
Ao recuperar a consciência, os soldados correram para contar aos sacerdotes o que haviam acontecido, estes por sua vez espalharam o boato, que os discípulos haviam roubado o corpo de Jesus.
·                  Jesus desce ao inferno
Nas Escrituras Hebraicas, a palavra usada para descrever a esfera dos mortos é “Seol”. Esta palavra simplesmente significa “lugar dos mortos” ou o “lugar das almas, espíritos que partiram”. A palavra grega do Novo Testamento que é usada para inferno é “Hades”, que também se refere ao “lugar dos mortos”. Outras Escrituras no Novo Testamento indicam que Seol/Hades é um lugar temporário, onde as almas ficam enquanto aguardam a ressurreição e julgamento final.  Apocalipse 20:11-15 dá a distinção clara entre os dois. Inferno (o lago de fogo) é o lugar final e definitivo de julgamento para os perdidos, (Mateus 11:23; 16:18; Lucas 10:15; 16:23; Atos 2:27:31), o território dos salvos e o dos perdidos. O território dos salvos é chamado “Paraíso” e “Seio de Abraão”. Os territórios dos salvos e dos perdidos eram separados por um “grande abismo” (Lucas 16:26). Quando Jesus subiu aos Céus, Ele levou consigo os ocupantes do Paraíso (os crentes) (Efésios 4:8-10). O lado perdido do Seol/Hades permaneceu intacto. Todos os mortos incrédulos para lá vão e esperam seu futuro julgamento final. Jesus foi ao Seol/Hades? Sim, de acordo com Efésios 4:8-10 e I Pedro 3:18-20.
Para o teólogo escocês e judeu, Myer Pearlman, a passagem de I Pe 3.19 testifica que Jesus desceu ao inferno em algum momento entre sua morte e ressurreição. Mas Jesus desceu ao inferno para fazer o que exatamente?  Em primeiro lugar, Pearlman credita esta passagem como um cumprimento de profecias, ou seja, Jesus estava apenas cumprindo profecias do AT (Salmo 16.10 e 49.15). Em segundo, Pearlman, afirma que Jesus após sua morte, desceu ao coração da terra (Mt 12.40; Lc 23.42,43) para libertar os santos do Antigo Testamento, levando-os consigo para o paraíso celestial. Ele mesmo explica dizendo que “essa descrição parece indicar que houve uma mudança nesse mundo dos espíritos e que o lugar ocupado pelos justos que aguardam a ressurreição foi traslado para as regiões celestiais”.
A implicação obvia de acordo com esta proposta de Pearlman é que “desde este acontecimento os espíritos dos justos sobem para o céu [2]”. Bom, se os espíritos dos santos do AT subiram para o céu a partir deste momento especial, a conclusão lógica, é que antes de Cristo, os fieis iam para ao lado do inferno e que estavam presos por lá até Cristo chegar.
Jesus de fato foi ao inferno. Quem disse isso foi o Apostolo Pedro, 3,19; Ele foi até as partes mais baixas e pregou aqueles que morreram na época de Noé. Ap 1,18 diz ” Ele tem as chaves da morte e do inferno”. Jesus veio ao mundo para pagar o preço exigido para que o homem fosse salvo, Ele precisava cumprir com todo o ritual exigido no velho testamento. Is 53,10 fala de maneira clara o que era exigido. O grande esforço de sua alma teve a grande recompensa, salvar os homens de todos os seus pecados e levar pra Deus. (essa parte foi extraída da internet de fontes seguras).
Conclusão
A ressurreição de Jesus foi um ato de Deus e nenhum esforço humano poderia impedi-la.
Por vossa irmã em Cristo Rosa Dias 




quarta-feira, 23 de julho de 2014

Mulheres que brilham...

Falou-lhes, pois, Jesus outra vez, dizendo: Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida. João 8:12
Introdução
    Brilho: radiante, resplandecente, ter luz viva, luzir, o que reluz...
      Neste mundo a muitas mulheres que brilham; elas estão ficando cada vez mais poderosas, são reconhecidas por todos os quesitos… brilham nas passarelas, nos filmes e novelas, no mundo empresarial, enfim, no poder de ser a mais, mais... Vejamos a lista das mulheres que mais brilham neste mundo.     1. Mulheres que brilham no mundo...
A luz dos justos alegra, mas a candeia dos ímpios se apagará.Provérbios 13:9  
  As 05 mais poderosas
·         1ª - Angela Merkel, 57 anos está muito bem no poder, sendo a chanceler da Alemanha ela controla o país que tem uma das maiores economias do mundo e é considerada a Líder da União Européia.
·         2ª - Hilary Clinton, com 64 anos é a secretária de Estado, dos Estados Unidos. Hilary está no pódio por ajudar seu país e suas relações nos momentos mais conturbados.
·         3ª - Dilma Roussef  com 63 anos… Sim!! A nossa presidenta está no pódio com outras poderosas. Ela ocupa este lugar por ser a primeira Presidenta do Brasil.
·         4ª - Indra Nooyi de 55 anos é chefe da Pepsico, Indra controla a maior indústria de comidas e bebidas dos EUA. Possui 300 mil  funcionários ao redor do mundo e 60 bilhões de dólares de receita anual.
·         5ª - Sheryl Sandbergde apenas 41 anos. Ela é chefe de operações do Facebook.  
As 05 mais belas dos últimos 100 anos
·         1ª - Grace Kellyatriz norte-americana. Nasceu em 12 de novembro de 1929; Morreu em 14 de setembro de 1982, aos 52 anos, após sofrer um derrame cerebral depois de um acidente de carro.
·         2ª - Catherine Deneuveatriz francesa, considerada uma das mulheres mais elegantes da história. Estreou no cinema aos 13 anos, em 1956. Nos anos 1960 se tornou um dos maiores símbolos sexuais do cinema.
·         3ª - Charlize Theronatriz, produtora e ex-modelo sul-africana. Nasceu em 7 de agosto de 1975.
·         4ª - Marilyn Monroe, atriz norte-americana e uma das mais famosas estrelas do cinema em todos os tempos. Nasceu em 1 de junho de 1926. Morreu na manhã de 5 de agosto de 1962, aos 36 anos, de overdose pela ingestão de barbitúricos.
·         5ª - Monica Bellucciatriz e ex-modelo italiana. Nasceu em 30 de setembro de 1964.Em 2004, aos 40 anos, foi considerada a mulher mais bonita do mundo.  As 4 mais ricas e famosas
·         1° Madonna : Madonna, é  cantora, compositora, atriz, dançarina, empresária e produtora musical e cinematográfica a  norte-americana. já acumulou 750 milhões de dólares.
·         2° Barbra Streisand : É cantora, compositora, atriz, diretora e produtora cinematográfica norte-americana, de origem judia; ultrapassa a casa dos 600 milhões de dólares.
·         3°. Mariah Carey:  Com mais de 20 anos de carreira, Mariah é a cantora feminina que mais vendeu discos na história da musica mundil, possui uma fortuna estimada em 600 milhões de dólares.
·         4ª - Céline Marie Claudette Dion : é uma cantora Canadense,ela é compositora e empresária. Nascida numa família numerosa de Charlemagne; tem uma fortuna estimada em 590 milhões de dólares. ·         A mídia tem o poder de fazer em um dia uma pessoa se transformar na mais famosa do mundo; até com os animais eles fazem isto, um vira lata de rua se torna o cachorrinho herói nota 10, e a agora passa a ser estrela mundial e o animalzinho irracional nem se quer sabe o que os humanos estão fazendo. Só que este brilho que o mundo dá, é como purpurina, logo vem o vento assopra e toda a purpurina vai embora; sem falar hoje no meio do mundo gospel; cantores evangélicos ficam famosos em poucos dias, pregadores compram a mídia, agora é a atração dos megas congressos, afinal essa pessoa esta na fama, é hora de investimento... Mais que pena, logo passa toda essa fama e os crentes nem se quer querem ouvir suas musicas ou pregações; o brilho comprado por dinheiro, por chegados da alta sociedade, por alguém influente, não dura muito tempo,... Agora porque a maioria dos cantores e pregadores evangélicos do passado permanecem ate hoje nos corações daqueles crentes que outrora os ouviram? A resposta é muito simples; pagavam um preço muito caro para serem usados por Deus, e o pensamento era ganhar almas e não serem famosos; mais que preço alto era este? Eram humildes, viviam constantemente nos montes orando, jejuavam, oravam, buscavam os dons celestiais, eram santificados e tinham temor a Deus. A maioria dos famosos gospels hoje nem experiência com o Espírito Santo eles tem, cantam nos palcos e pregam mais levam uma vida de libertinagem e sem dons espirituais, tai o porquê do desaparecimento dos famosos... Neste estudo quero falar de mulheres que brilharam no Senhor e ainda brilham com exemplos de fé, coragem, e estratégia para vencer!
1. Mulheres que brilham em Deus...
Mas a vereda dos justos é como a luz da aurora, que vai brilhando mais e mais até ser dia perfeito. Provérbios 4:18
  Como podemos ter esse brilho duradouro em nós? O caminho é Jesus, e ele nos levará ao brilho que resplandecerá nas trevas; a vereda dos justos é como a luz da aurora, vai brilhando ate ser dia perfeito,; vereda quer dizer ‘caminho estreito, rumo, trilha, direção; e essa é a vida do crente; anda no caminho estreito e chegará ao céu; nessa trilha ira aparecer muitos espinhos, mais resista aos ferimentos e prossiga a sua caminhada, você vai brilhar no Senhor.

1. Hulda,a profetisa de 2 Reis 22.14; do hebraico., doninha; mulher de Salum.   Aos dezoito anos de idade, Josias, o rei de Judá, que já reinava desde os oito anos, voltou sua atenção para o templo do Senhor em Jerusalém; o templo se encontrava em péssimo estado, então o rei convocou os trabalhadores a reforma do templo, e pôs se a reforma-lo, homens fieis faziam este trabalho,( Tinha Josias oito anos de idade quando começou a reinar, e reinou trinta e um anos em Jerusalém; e era o nome de sua mãe, Jedida, filha de Adaías, de Bozcate.
E fez o que era reto aos olhos do Senhor; e andou em todo o caminho de Davi, seu pai, e não se apartou dele nem para a direita nem para a esquerda. 2 Reis 22:1-2). Durante os reparos, limparam e organizaram todos os utensílios do templo; enquanto reformavam o templo o sumo sacerdote Hilquias achou o livro da Lei, possivelmente se tratava de uma parte ou de todo o livro de deuteronômio, guardado há muito tempo, mas ignorado e esquecido durante os cinquenta e cinco do reinado de Manasses; Hilquias entregou o livro da Lei ao escrivão Safã e este o leu, então eles constataram que a vida do povo de Judá não estava de acordo com os ensinamentos ali registrados; foram ate o rei Josias informaram o achado e leram para ele;, ao ouvir as palavras do livro o rei rasgou as suas vestes em sinal de grande arrependimento e humildade perante o Senhor; o rei se entristeceu ao ver que o livro condenava as praticas religiosas de Judá e a adoração a deuses estranhos. O rei concluiu que Deus estava bravo, pois o povo vivia a tempos em desobediência a Deus, (Então disse o sumo sacerdote Hilquias ao escrivão Safã: Achei o livro da lei na casa do Senhor. E Hilquias deu o livro a Safã, e ele o leu.
Então o escrivão Safã veio ter com o rei e, dando-lhe conta, disse: Teus servos ajuntaram o dinheiro que se achou na casa, e o entregaram na mão dos que têm cargo da obra, que estão encarregados da casa do Senhor.
Também Safã, o escrivão, fez saber ao rei, dizendo: O sacerdote Hilquias me deu um livro. E Safã o leu diante do rei. Sucedeu, pois, que, ouvindo o rei as palavras do livro da lei, rasgou as suas vestes.
2 Reis 22:8-11). O rei instruiu oficiais a irem e consultarem ao Senhor por ele;( Ide, e consultai o Senhor por mim, pelo povo e por todo o Judá, acerca das palavras deste livro que se achou; porque grande é o furor do Senhor, que se acendeu contra nós; porquanto nossos pais não deram ouvidos às palavras deste livro, para fazerem conforme tudo quanto acerca de nós está escrito. 2 Reis 22:13);  profetas como Jeremias encontravam se aos arredores de Jerusalém, mas optaram por ir ate Hulda, a profetisa, esta brilhava no Senhor, e mando a resposta do Senhor ao rei Josias, ‘diga ao homem que vos enviou a mim que o Senhor lhes trará mal sobre este lugar, porem o rei será poupado, pois Deus achou arrependimento e humilhação no seu coração, diga ao rei que ele não vera o castigo. (Então foi o sacerdote Hilquias, e Aicão, Acbor, Safã e Asaías à profetisa Hulda, mulher de Salum, filho de Ticvá, o filho de Harás, o guarda das vestiduras (e ela habitava em Jerusalém, na segunda parte), e lhe falaram. E ela lhes disse: Assim diz o Senhor Deus de Israel: Dizei ao homem que vos enviou a mim:
Assim diz o Senhor: Eis que trarei mal sobre este lugar, e sobre os seus moradores, a saber: todas as palavras do livro que leu o rei de Judá. Porquanto me deixaram, e queimaram incenso a outros deuses, para me provocarem à ira por todas as obras das suas mãos, o meu furor se acendeu contra este lugar, e não se apagará.
Porém ao rei de Judá, que vos enviou a consultar o Senhor, assim lhe direis: Assim diz o Senhor Deus de Israel, acerca das palavras, que ouviste: Porquanto o teu coração se enterneceu, e te humilhaste perante o Senhor, quando ouviste o que falei contra este lugar, e contra os seus moradores, que seria para assolação e para maldição, e que rasgaste as tuas vestes, e choraste perante mim, também eu te ouvi, diz o Senhor.
Por isso eis que eu te recolherei a teus pais, e tu serás recolhido em paz à tua sepultura, e os teus olhos não verão todo o mal que hei de trazer sobre este lugar. Então tornaram a trazer ao rei a resposta.
2 Reis 22:14-20) Hulda,  profetizou sem medo de nada, não ocultou dizer nada por se tratar de um rei, mas brilhou no Senhor em sua profecia, aprendemos com Hulda a sermos profetas no Senhor e o que ele mandar dizer, assim devemos fazer.

2. Ana, profetisa em Jerusalém Lucas 2.36-38; avançada em idade, não se afastava do templo, servindo a Deus em jejuns e orações de dia e de noite; não morreu antes de ver o menino Jesus, o Salvador da humanidade. (E estava ali a profetisa Ana, filha de Fanuel, da tribo de Aser. Esta era já avançada em idade, e tinha vivido com o marido sete anos, desde a sua virgindade; E era viúva, de quase oitenta e quatro anos, e não se afastava do templo, servindo a Deus em jejuns e orações, de noite e de dia. E sobrevindo na mesma hora, ela dava graças a Deus, e falava dele a todos os que esperavam a redenção em Jerusalém.Lucas 2:36-38). Que privilegio este de ver o Senhor, que brilho havia nesta profetisa? Não desviou nem para a esquerda e nem para a direita, seu objetivo era conhecer o Salvador. Será que hoje existem mulheres como Ana, que queriam ver o Salvador? As famosas, belas e ricas podem achar que seu brilho é maravilhoso, eu digo que para Deus esse brilho é nada, é como a ferrugem, mas para Deus o brilho que Ele tanta espera de nós é o de servi ló fielmente todos os dias da nossa vida, como fez Ana.

3. Débora e Jael. Débora quer dizer abelha; era profetisa, juíza e uma forte guerreira que não tinha medo da batalha. (E Débora, mulher profetisa, mulher de Lapidote, julgava a Israel naquele tempo. Ela assentava-se debaixo das palmeiras de Débora, entre Ramá e Betel, nas montanhas de Efraim; e os filhos de Israel subiam a ela a juízo. Juízes 4:4-5 ). O povo de Deus se afastou dos seus caminhos e passaram a adorar os deuses de Canaã; tornaram a fazer o que era mau perante o Senhor e Deus virou as costas para eles por vinte anos; este povo sofreu terrivelmente nas mão de Jobim, um tirano rei dos cananeus; esse tinha um exercito bem equipado com novecentos carros de ferro, (E vendeu-os o Senhor na mão de Jabim, rei de Canaã, que reinava em Hazor; e Sísera era o capitão do seu exército, o qual então habitava em Harosete dos gentios. Juízes 4:2); (E Sísera convocou todos os seus carros, novecentos carros de ferro, e todo o povo que estava com ele, desde Harosete dos gentios até ao ribeiro de Quisom Juízes 4:13); enquanto Israel nem ferreiro tinha (Então os filhos de Israel clamaram ao Senhor, porquanto ele tinha novecentos carros de ferro, e por vinte anos oprimia violentamente os filhos de Israel. Juízes 4:3). A guerra foi travada, na função de comandante do exercito de Israel, foi convocado Baraque o chefe de estado, o general cujo nome significa raio, para liderar as tropas, este temendo o pior disse a Débora: (Se fores comigo, irei; porém, se não fores comigo, não irei.
Juízes 4:8); Débora respondeu: (Certamente irei contigo, porém não será tua a honra da jornada que empreenderes; pois à mão de uma mulher o Senhor venderá a Sísera. Juízes 4:9); A sabia mulher foi estrategista, O plano de Débora era descer ao ribeiro de Quisom, era tempo de chuva e ali os cavalos com seus carros tombariam; (Ó Senhor, saindo tu de Seir, caminhando tu desde o campo de Edom, a terra estremeceu; até os céus gotejaram; até as nuvens gotejaram águas. Juízes 5:4); (Vieram reis, pelejaram; então pelejaram os reis de Canaã em Taanaque, junto às águas de Megido; não tomaram despojo de prata. Desde os céus pelejaram; até as estrelas desde os lugares dos seus cursos pelejaram contra Sísera. O ribeiro de Quisom os arrastou, aquele antigo ribeiro, o ribeiro de Quisom. Pisaste, ó minha alma, à força. Então os cascos dos cavalos se despedaçaram; pelo galopar, o galopar dos seus valentes. Juízes 5:19-22). Israel venceu, porem o comandante Sisera fugiu a pé e entrou na tenda de Jael, outra mulher estrategista que brilhou no Senhor, (Bendita seja entre as mulheres, Jael, mulher de Héber, o queneu; bendita seja entre as mulheres nas tendas.
Água pediu ele, leite lhe deu ela; em prato de nobres lhe ofereceu manteiga.
À estaca estendeu a sua mão esquerda, e ao martelo dos trabalhadores a sua direita; e matou a Sísera, e rachou-lhe a cabeça, quando lhe pregou e atravessou as fontes.
Entre os seus pés se encurvou, caiu, ficou estirado; entre os seus pés se encurvou, caiu; onde se encurvou, ali ficou abatido.
Juízes 5:24-27); Essas mulheres não tiveram medo de vencer o adversário, batalharam e venceram, estas mulheres brilharam no plano do Senhor; nós mulheres podemos brilhar como guerreiras, sem recuar, sem ter medo, no Senhor podemos brilhar, podemos vencer sim, com humildade, oração, jejum, devoção a leitura Bíblica e santificação.

4. A mulher hemorrágica de Mateus nove; Jesus concordou em ir à casa de Jairo e impor as mãos sobre a criança a fim de cura La, no percurso porem, ele foi interrompido por outra pessoa necessitada de cura, uma ninguém para a sociedade, uma impura, esta já havia doze anos que sofria de uma hemorragia e havia gasto todo o seu dinheiro com os médicos; ninguém poderia ser tocado por ela ou tocar nela, pois tornaria imundo; esta mulher teve um grande brilho em sua vida, ‘o brilho da fé’: (E eis que uma mulher que havia já doze anos padecia de um fluxo de sangue, chegando por detrás dele, tocou a orla de sua roupa;
Porque dizia consigo: Se eu tão somente tocar a sua roupa, ficarei sã. Mateus 9:20-21); ela desafiou a lei e os costumes de não poder estar em contato com outras pessoas, o sentido dela não era tocar em Jesus e ele ficar impuro, isto poderia ter passado por sua mente, ao invés de toca ló, poderei apenas tocar em sua orla e pronto já ficarei curada, isto era o suficiente para receber o seu milagre, ela disfarçou bem no meio da multidão, pois se alguém a reconhecesse, na certa gritaria ‘impura, impura’ e as pessoas sairiam correndo ou a apedrejaria; ela foi desafiadora, teve coragem, sua fé ficou na historia até os dias de hoje, (E eis que uma mulher que havia já doze anos padecia de um fluxo de sangue, chegando por detrás dele, tocou a orla de sua roupa; Porque dizia consigo: Se eu tão somente tocar a sua roupa, ficarei sã.
E Jesus, voltando-se, e vendo-a, disse: Tem ânimo, filha, a tua fé te salvou. E imediatamente a mulher ficou sã.
Mateus 9:20-22); devemos pegar este grande exemplo de fé e brilharmos nele, assim o milagre ira acontecer em nossas vidas, fé em Jesus, o Salvador.

5. A mulher Cananéia; (E eis que uma mulher cananéia, que saíra daquelas cercanias, clamou, dizendo: Senhor, Filho de Davi, tem misericórdia de mim, que minha filha está miseravelmente endemoninhada.
Mas ele não lhe respondeu palavra. E os seus discípulos, chegando ao pé dele, rogaram-lhe, dizendo: Despede-a, que vem gritando atrás de nós.
E ele, respondendo, disse: Eu não fui enviado senão às ovelhas perdidas da casa de Israel.
Então chegou ela, e adorou-o, dizendo: Senhor, socorre-me!
Mateus 15:22-25), essa mulher foi ignorada por Jesus, mas sabemos que era apenas uma prova para leva La a exatidão da fé; a resposta de Jesus não fez com que ela desistisse, ela persistiu em buscar o milagre e na certeza que receberia, afinal ela estava diante do Filho de Deus e ela acreditava mesmo nisto, caso contrario jamais iria ate ele; foi brilhante sua humildade a qual lhe levou a cura da sua filha endemoniada; (Ele, porém, respondendo, disse: Não é bom pegar no pão dos filhos e deitá-lo aos cachorrinhos. E ela disse: Sim, Senhor, mas também os cachorrinhos comem das migalhas que caem da mesa dos seus senhores. Então respondeu Jesus, e disse-lhe: Ó mulher, grande é a tua fé! Seja isso feito para contigo como tu desejas. E desde aquela hora a sua filha ficou sã. Mateus 15:26-28); fé, a fé que deve brilhar em nossos corações; essa devemos ter e junto com ela o brilho da humildade.
Conclusão Muitas mulheres brilharam no Senhor e ainda brilham quando falamos nelas,; busquemos pois então o brilho de profetizar, de ser guerreira e de ter fé; assim seremos mais do que vencedoras.

Por vossa irmã em Cristo Rosa Dias