Total de visualizações de página

Eventos Evangélicos

sábado, 8 de fevereiro de 2014

História Bíblica para crianças/ Juízes 13 a seguir.

“Sansão”

Com o passar do tempo, os hebreus se esqueceram das leis de Deus e começaram a fazer muitas coisas erras. Por isso, Deus  permitiu que fossem subjugados e dominados pelos filisteus por quarenta anos. Mas havia um casal de coração: Manoá e sua esposa.

Os dois viviam em Zorá, desejavam ter filhos, mas a sua esposa era estéril; o Senhor, então, enviou um anjo ao encontro dela, que disse: “Você conceberá um filho e ele iniciará o livramento de Israel da mão dos Filisteus”, o anjo também advertiu: “O cabelo dele nunca poderá ser cortado”. Deus abençoou e ela deu à luz um menino: Sansão.

Sansão cresceu e se tornou o homem mais forte de sua época. Ele defendia seu povo dos ataques dos filisteus; certa vez chegou a matar um leão feroz na estrada, usando apenas as próprias mãos.
Em uma visita à cidade de Timna, sansão conheceu uma linda moça filisteia, apaixonado, quis se casar com ela, mesmo contra a vontade de seus pais, que desejavam uma nora do povo hebreu, argumentaram isto a ele, mais ele insistiu no que achou bom aos seus olhos.

Naquela época, era comum propor brincadeiras e charadas aos convidados durante o casamento, mesmo que levassem semanas para serem decifradas. Sansão propôs uma assim: Do comedor saiu comida, e doçura saiu do forte. Passaram se três dias e ninguém conseguiu descobrir o enigma.

Então, um grupo de amigos que estavam no casamento convenceu a esposa de Sansão a descobrir e contar a eles qual a resposta para a charada proposta. Ela fez isso e os convidados ganharam a brincadeira. Sansão ficou zangado e devolveu a esposa à casa do pai.

Por vinte anos, Sansão liderou o povo hebreu lutando bravamente contra os filisteus, mas os inimigos venciam e dominavam cada vez mais territórios. Por essa época, Sansão voltou a cair de amores por uma filisteia, Dalila, do vale de Soreque. E juntou se a ela.

Então, os príncipes dos filisteus disseram a Dalila para descobrir o que dava tanta força a Sansão e em troca lhe dariam mil e cem moedas de  prata, Dalila aceitou a oferta.

Repetidas vezes ela perguntou a Sansão o poder de sua força, porém ela a enganava com outras respostas, ela ia e contava aos inimigos de Sansão, então, eles viam e faziam como tal, mas nada lhe acontecia; até que então ele acabou por contar a ela que se cortasse o seu cabelo, perderia sua força.

Sansão sentiu se triste por ter revelado seu segredo a ela, mas era tarde demais, quando ele dormiu, ela cortou seus cabelos, avisou os filisteus e foi pegar seu pagamento.

Sansão agora não tinha mais força.

Foi assim que Sansão passou a viver como prisioneiro de seus maiores inimigos. Sempre acorrentado e maltratado, empurrava moinhos na prisão, levava surras e chegou  a ter seus olhos furados.

Os filisteus gostavam de humilhar Sansão, certa vez durante uma festa luxuosa em homenagem ao deus Dagom, os príncipes mandaram trazer Sansão de sua cela apenas para zombar dele e como riram naquele dia, dançavam, comiam e se divertiam ao redor do pobre Sansão.

Então, ele pediu ao rapaz que o guiava para ajuda ló a se posicionar entre as colunas que sustentavam o templo, a fim de conseguir descansar um pouco, encostando se nelas. O local estava lotado de homens e mulheres. Assim que pôde apalpa las, Sansão orou a Deus, pediu mais uma vez perdão e implorou que desse força a ele, só mais esta vez.

Deus ouviu Sansão e atendeu o seu pedido, logo ele se sentiu tão forte novamente. Então se posicionou entre dois pilares centrais e os derrubou, matando assim todos os seus inimigos e acabou por morrer também.
As coisas do Senhor são muito sérias, e não devemos jogar por aí a qualquer pessoa; quando Deus nos separa para a sua obra, devemos ser fiéis a ele, pois ele é fiel a nós.

Por vossa irmã em Cristo

 Rosa Dias

















Nenhum comentário:

Postar um comentário