Total de visualizações de página

Só Jesus Cristo salva!

terça-feira, 27 de agosto de 2013

O Levita e a Concubina

Estudo em Juízes 19-21

“Aconteceu também naqueles dias, em que não havia rei em Israel, que houve um homem levita, que, peregrinando aos lados da montanha de Efraim, tomou para si uma concubina, de Belém de Judá”. Juízes 19:1

Levita:  Descendente de Levi. Que foi filho de Jacó e Lia, neto de Isaac e Rebeca, bisneto de Abraão e Sara...   Foi ancestral de Moisés e Aarão a quem coube as funções sacerdotais, vindo daí o fato de sua descendência (os levitas) herdarem o ministério sacerdotal.
Concubina: Moça, geralmente pobre, que um homem comprava dos seus pais, ou aceitava como pagamento de dívidas, ou tomava como prisioneira de guerra. A concubina tinha direito a casa, comida e relações sexuais com o dono, que era considerado seu marido. Ela ficava em posição inferior à da esposa, porém não era olhada com desprezo pelos outros porque nos tempos do AT a lei permitia que um homem tivesse mais de uma mulher (Gn 25:6).

Introdução
Os três últimos capítulos do livro de Juízes registram um acontecimento terrível, na vida de um levita, por causa de sua desobediência, e que de pessoal tornou se em uma guerra nacional, onde milhares foram mortos.  O fato de um levita ter uma concubina reflete numa condição de rebaixamento do padrão estabelecido por Deus para a vida conjugal de um levita, uma vez que uma concubina era inferior a uma esposa.

Depois disse o Senhor a Moisés: Fala aos sacerdotes, filhos de Arão, e dize-lhes:...Levítico 21:1

Não tomarão mulher prostituta ou desonrada, nem tomarão mulher repudiada de seu marido; pois santo é a seu Deus. Levítico 21:7 

E ele tomará por esposa uma mulher na sua virgindade.Viúva, ou repudiada ou desonrada ou prostituta, estas não tomará; mas virgem do seu povo tomará por mulher.

E não profanará a sua descendência entre o seu povo; porque eu sou o Senhor que o santifico. Levítico 21:13-15
Para piorar a situação a mulher aborreceu(foi infiel)se dele e voltou para casa de seu pai. Porém a sua concubina adulterou contra ele, e deixando-o, foi para a casa de seu pai, em Belém de Judá e estiveram ali alguns dias, a saber, quatro meses. Juízes 19:2

De acordo com a lei, o levita estava livre para se divorciar, mais seguiu o instinto do coração. Quando um homem tomar uma mulher e se casar com ela, então será que, se não achar graça em seus olhos, por nela encontrar coisa indecente, far-lhe-á uma carta de repúdio, e lha dará na sua mão, e a despedirá da sua casa. Deuteronômio 24:1 
Mas o levita a seguiu até a casa de seu pai em Belém, e conseguiu convence La de voltar com ele, tudo indica que ela não queria ir com ele, mais ele muito insistiu.

O sogro do levita fez de tudo para que eles não fossem, até insistiu que não partisse, mas de nada adiantou o teimoso do levita estava decidido custasse o que custasse... 
E seu marido levantou e foi atrás dela para lhe falar conforme ao seu coração e para tornar a trazê-la e o seu moço e um par de jumentos iam com ele; e ela o levou à casa de seu pai, e, vendo-o o pai da moça, alegrou-se ao encontrar-se com ele. E seu sogro, o pai da moça, o deteve, e ficou com ele três dias; e comeram e beberam, e passaram ali a noite. E sucedeu que ao quarto dia pela manhã, de madrugada, ele levantou-se para partir; então o pai da moça disse a seu genro: Fortalece o teu coração com um bocado de pão, e depois partireis. Assentaram-se, pois, e comeram ambos juntos, e beberam; e disse o pai da moça ao homem: Peço-te que ainda esta noite queiras passá-la aqui, e alegre-se o teu coração. Porém o homem levantou-se para partir; mas seu sogro o constrangeu a tornar a passar ali à noite.
E, madrugando ao quinto dia pela manhã para partir, disse o pai da moça: Ora, conforta o teu coração. E detiveram-se até já declinar o dia; e ambos juntos comeram.
Então o homem levantou-se para partir, ele, e a sua concubina, e o seu moço; e disse-lhe seu sogro, o pai da moça: Eis que já o dia declina e a tarde já vem chegando; peço-te que aqui passes a noite; eis que o dia já vai acabando, passa aqui à noite, e que o teu coração se alegre; e amanhã de madrugada levanta-te a caminhar, e irás para a tua tenda. Porém o homem não quis ali passar a noite, mas levantou-se, e partiu, e chegou até defronte de Jebus (que é Jerusalém), e com ele o par de jumentos albarda dos, como também a sua concubina e seu servo. Juízes 19:3-101)

Quando ele se aproximaram de Jebus a cerca de dez quilômetros de Belém, o servo sugeriu: “Caminhai, agora, e retiremos-nos a esta cidade dos jebuseus e passemos ali a noite”; este comentário indica que Jerusalém ainda estava no domínio dos jebuseus; com medo de pessoas desconhecidas, o levita não deu crédito  ao conselho do servo e percorreu mais sete quilômetros até Gibeá, cidade benjamita. O servo estava certo em sua sugestão, nada iria acontecer de mal a ninguém se tivessem pernoitado em Jebus. Muitas vezes a nossa decisão é pegar a direção errada por causa da nossa intenção; desprezamos os bons conselhos e achamos que sabemos mais e pela nossa própria escolha, optamos pelo errado; todas as nossas decisões devem ser questionadas a Deus, ele é que nos dará a direção a ser tomada; se o levita tivesse perguntado a Deus se deveria dar crédito a sugestão do servo, na certa, Deus teria respondido. Jamais tome decisão sem a resposta de Deus; ate para ir ao supermercado ou a farmácia da esquina, devemos antes orar a Deus.
Consequência desastrosa de não ouvir o servo. 
O pior aconteceu, infelizmente os compatriotas benjamitas não eram nada hospitaleiros e não deram pouso aos viajantes; e eles sem maior opção tiveram que passar a noite na praça. Passando por ali um idoso da região montanhosa de Efraim, parou junto a eles e puxou logo uma boa prosa e sabedor daquela situação dos viajantes os levou para sua casa, ali deu lhes hospedagem, esse senhor sabia bem quem eram os homens daquele lugar ‘tão somente não passes a noite na praça’ (v 20).
Os benjamitas não tinham amor para com o próximo, eram violentos, brutais, sodomitas e homicidas. Por essa ninguém esperava; o cenário daquela estadia mudou de uma hora para outra; homens perversos, violentos, homossexuais e que não temiam a Deus cercaram a casa do bom homem e exigiram que ele jogasse o levita para fora de sua casa, pois queriam ter relações sexuais com ele (a homossexualidade era ato comum entre os cananeus e  passou a ser também de muitos benjamitas, o pecado continua sendo o mesmo pecado, só evoluiu de nome), Deus proibiu seu filhos de tal pratica Lv.18.22. 

Na tentativa de proteger seu hospede (pois era desonra entrega ló aos tais), o senhor da casa ofereceu sua filha virgem e a concubina do levita para serem abusadas por aqueles homens; os malvados lançaram mão da concubina e abusaram dela a noite inteira; ela veio se arrastando e ficou caída na entrada da casa e consequentemente pela manhã ela estava morta na porta daquele senhor. Quando o dia amanheceu o levita a encontrou ali prostrada e chamou por ela, mais ela nada respondeu, estava morta.  

Convocação para a guerra
Ele então pegou o corpo, ajeitou-o sobre um dos jumentos e seguiu sua viagem carregando sua concubina já desfalecida. Quando chegou em casa, o levita cortou o corpo da mulher em doze pedaços. Depois, enviou os pedaços para cada uma das doze tribos. Toda a nação se escandalizou com aquele terrível acontecimento, e em todo canto havia só um assunto,  cada pessoa que presenciava o fato dizia: Nunca tal se fez, nem se viu desde o dia em que os filhos de Israel subiram da terra do Egito: Ponderai nisso, considerai e falai’, tornaram como se fossem um só homem, (provavelmente duas partes da concubina tenha sido enviadas à tribo de Manassés, uma para os habitantes a Leste do Jordão e a outra para os a Oeste do rio, deixando assim a tribo de benjamim de fora, pois eles eram o alvo); diante do ocorrido, os lideres de onze tribos se reuniram em Mispa; desde o norte até o sul; quatrocentos mil homens de pé, que manejavam a espada, se reunirão para castigar a tribo dos benjamitas , por tal atrocidade. O fato provocou uma guerra Nacional. 

Oração sem comunhão com Deus; não tem resposta.
Na esperança de não haver necessidade de lutar contra seus próprios compatriotas, os israelitas criaram um plano para providenciar mantimentos aos soldados no caso de uma guerra (um a cada dez forneceria alimento aos nove que fossem à batalha), depois enviaram escolhidos para irem a todo o território ocupado pela tribo de Benjamim e exigir que se tomassem providencia com os que mataram a concubina; mas os benjamitas não deram ouvido aos seus irmãos e cheio de orgulho optaram por guerrear contra Israel.
Eles confiaram na força de seus soldados armados com fundas, um numero apenas de pouco mais de vinte e cinco mil homens, para enfrentar um exercito de quatrocentos mil homens; a desvantagem era muito grande e alem do mais nem se quer consultaram a Deus; enquanto a tropa de Israel consultaram ao Senhor e perguntaram:Quem dentre nós subirá primeiro a pelejar contra Benjamim?.
Devemos aprender com os israelitas, de orarmos antes de ir à guerra, mesmo sendo forte e em vantagem. Mesmo orando a Deus, os israelitas perderam a peleja; morreram na primeira batalha vinte e dois mil soldados.          

A insistência na oração  
A humildade e a dependência de Deus, levou os israelitas a dependerem mais ainda de Deus, choraram, se humilharam e perguntaram ao Senhor: Tornaremos a pelejar contra os filhos de Benjamim? Aprendemos com esta lição que mesmo na derrota, devemos mais do que nunca, voltarmos para Deus, com pranto e humildade. Israel saiu para a segunda batalha e perdeu dezoito mil. Quando a vitória não chega, e a luta só aumenta, jamais devemos desistir de orar a Deus, ai é que devemos insistir e insistir ainda mais.

A comunhão com Deus traz vitoria. 
Essa sequencia de derrotas deveria abater os israelitas; mais ao invés de desanimados, subiram a Betel, jejuaram o dia todo e apresentaram holocausto e ofertas pacificas ao Senhor; por meio do jejum se humilhara e por meio das ofertas se arrependeram dos seus pecados e restauraram a comunhão com Deus. 
Agora que desceram ao pó, os israelitas perguntaram a Deus: Tornaremos a sair ainda à peleja contra os filhos de Benjamim nosso irmão ou desistiremos? Enquanto os israelitas não entraram na profunda comunhão com Deus, não tiveram a ação de Deus; mais agora ele responde: Subi, que amanhã eu os entregarei nas vossas mãos. 
No terceiro dia Israel pôs emboscadas em redor de Gibeá e quando os benjamitas guerreiros vieram contra eles, Israel voltou correndo, como se estivessem recuando e os benjamitas o seguia; enquanto isto um outro grupo de israelita entrou na cidade e a incendiou, ao ver a fumaça subir da cidade que fingiam correr dos benjamitas, se voltaram contra eles e eles apavorados se virão presos vendo a cidade em chamas e assim separaram e fugiram um para cada lado e assim ficou fácil de Israel vencer a guerra; restando apenas seiscentos homens de Benjamim; o mal foi removido de Israel.

Conclusão  
A desobediência do levita provocou essa tão grande barbaridade.  “ Não tomarão mulher prostituta ou desonrada, nem tomarão mulher repudiada de seu marido; pois santo é a seu Deus”. Levítico 21:7

As vezes seguimos o instinto do coração e deixamos a lei do Senhor Deus de lado, achamos que no momento que é a melhor escolha, mais lá na frente deparamos com uma situação não muito boa, daí perguntamos:
Porque Deus? E Deus não responde, porque a resposta já está bem clara... “A desobediência a Deus”. Se o levita tivesse seguido conforme a lei teria evitado muita coisa ruim. “E ele tomará por esposa uma mulher na sua virgindade. Viúva, ou repudiada ou desonrada ou prostituta, estas não tomará; mas virgem do seu povo tomará por mulher. E não profanará a sua descendência entre o seu povo; porque eu sou o Senhor que o santifico”. Levítico 21:13-15

Esforçamos  nos a obedecer à lei do Senhor... “Inclinei o meu coração a guardar os teus estatutos, para sempre, até ao fim”. Salmos 119:112     


Por vossa irmã em Cristo Rosa Dias













27 comentários:

  1. Muitos bem explicado. Deus mais uma vez exortando nossas vidas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito boa explicaçao irma,Deus a abençoe a cada dia mais e mais.

      Excluir
    2. Muito boa explicaçao irma,Deus a abençoe a cada dia mais e mais.

      Excluir
    3. Glória a Deus irmão Eder, obrigada por visitar nosso blog, sempre que puder faça seus comentários. Miss. Rosa Dias

      Excluir
    4. Glória a Deus irmão Eder, obrigada por visitar nosso blog, sempre que puder faça seus comentários. Miss. Rosa Dias

      Excluir
  2. Eu tinha pregado essa mensagem e me surpreendi pela sua colocação homilética. Se estivesse lido antes teria sido melhor a pregação. Muito boa a pregação!
    Prof. José Marcelo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Glória a Deus, já tive a oportunidade de ministra la em duas igrejas diferentes e graças a Deus foi glória, cada vez busquei maior conhecimento dela, tanto no Espirito como na aprendizagem; essa mensagem tem despertado uma curiosidade em pregadores de Deus, de todos os cantos do mundo, é um dos meus estudos do blog que mais tem visitações, daí entendo que Deus quer mesmo falar conosco. O irmão tem um blog de estudos? Passa o nome para visita lo. se não tem comece a formar um, pois Deus tem pressa que seus ministros falem ao mundo inteiro da sua palavra. Que Deus abençoe grandemente o seu ministério; nos falaremos outras vezes; sua irmã em Cristo Missionária Rosa Dias.

      Excluir
  3. òtimo texto,muito bem explicado,só me gerou uma leve duvida a respeito do por que os homens daquela cidade serem homossexuais,onde fica explicito que eram homossexuais,pelo que eu pude ler isso era um fato que ocorria como forma de humilhação e não dizendo que eram atos homossexuais,devemos pregar com amor e não colocando conceitos que achamos corretos,não consigo encarar uma relação homossexual dessa maneira,onde o outro quer estuprar,quer humilhar,e se eles fossem homossexuais,por que ofereceriam a eles sua filha virgem e sua concubina? devemos encarar isso de maneira diferente,não deixar o preconceito distorcer realmente a palavra do nosso Senhor,digo a todos os homossexuais que lerem isso,nada tem haver com homossexualidade o fato da violação,e sim com humilhação ao próximo,o amor entre homossexuais é totalmente diferente, mais tirando esse fat,o restante está excelente,parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Michelle, um ser humano, no natural que Deus criou, jamais concorda com a prática do homossexualismo, sabemos que Deus fez o homem para casar se com uma mulher e criar filhos.
      Gn 1:27.; 2:18 Na Bíblia em canto algum Deus disse ao homem para procurar um outro homem e nem para a mulher procurar outra mulher, portanto o que passar disso é procedência maligna., Juízes 19:22-23, O espírito de Belial 'diabo' é o causador da atração sexual contrária a natural que Deus deixou; é o mesmo espírito maligno que atuou em Sodoma e Gomorra 'Gênesis 19:4-5',
      Tanto esse espírito pode apossar de um ser humano, como também de uma cidade inteira; o espírito que levou aqueles homens a quererem abusar daquele homem é o mesmo que atua hoje levando a homem a querer relações com outro homem; como chamamos isso hoje? Deus fez tudo perfeito, mas o maligno convence as pessoas que o perfeito de Deus não é bom e isso é mentira de satanas, afinal ele é o pai da mentira; olha, não estamos aqui condenando ninguém.
      O que levou aquela turma de homens a querer ter ralações sexuais com aquele levita? O poder demoniaco os levou a isso; não estamos tratando aqui de pessoas em si, mas da ação demoniaca, pois a mesma hierarquia de demonios que ali atuaram naquelas pessoas é a mesma que hoje leva pessoas a praticarem relações contrárias a natureza, são conhecidos como efeminados, sodomitas e gorromitas pela Bíblia.Os demonios existem sim e as mesmas castas que agiram naquele tempo, estão agindo hoje, só que de uma forma aparentemente branda, eles tem aprisionado mentes e cegado olhos para que não vejam o certo.Tão somente trato aqui de uma força demoniaca que apoderou daqueles homens benjamitas a querer ter relações sexuais com outro homem. 1 Coríntios 6:10 1 Coríntios 6:9. Romanos 1:24-27 Levítico 18:22 Levítico 20:13 Apocalipse 21:8
      Não tenho preconceito algum, amo de coração os homossexuais, porém não concordo com a pratica do pecado e pelo que diz a Bíblia isso é abominação ao Senhor. Deus ama todos os povos e quer salvar a todos e leva los para junto dele e ali viver a eternidade de glória; mas Deus condena o pecado e os que tais ações praticam, se a tempo não se arrependerem, não herdaram a salvação, a qual é de graça e para todos. Se isso deixar de ser verdade, com certeza a Bíblia não será mas sagrada. Quero com amor lhe dizer algo do fundo do meu coração, "Jesus te ama muito e se ele te incomodar com essas palavras é porque apenas esta te dizendo: Vinde a mim, eu te amo e farei de você um instrumento usado em minhas mãos, para ganhar almas nesse tempo que se aproxima do fim"
      1 Tessalonicenses 4:16-17

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    3. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    4. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    5. Sabemos que a Palavra de Deus é infalível em seu conteúdo original, no entanto, devemos nos atentar para os erros das traduções, e também para interpretação aplicada nas versões atuais, que não deixam de ser tendenciosas e, muitas vezes equivocadas; pois, como aprendemos, toda interpretação está sujeita à visão pessoal (e preconceitos) do seu intérprete.

      Excluir
  4. Rosa achei muito interessante esse comentario bem profundo! Gloria a DEUS pela sua vida! Só tenho algo a dizer.. que por outro lado, esa atitude errada e desobediente do Levita seguindo o desejo do seu coraçao. Que," talves a amasse muito, Que estaria disposto a fazer de tudo por éla". Isso tudo desencadeou uma oportunidade grande de: DEUS trabalhar no coraçao dos israelitas a respeito da submissao a DEUS e a obediencia e oraçao, e tambem.. tirar o mau que existia no povo benjamitas, para ser curado de sua promiscuidade e maudade. "ha mau que vem pra bem" O que tu pode me dizer sobre isso Pastora?

    ResponderExcluir
  5. Rosa achei muito interessante esse comentario bem profundo! Gloria a DEUS pela sua vida! Só tenho algo a dizer.. que por outro lado, esa atitude errada e desobediente do Levita seguindo o desejo do seu coraçao. Que," talves a amasse muito, Que estaria disposto a fazer de tudo por éla". Isso tudo desencadeou uma oportunidade grande de: DEUS trabalhar no coraçao dos israelitas a respeito da submissao a DEUS e a obediencia e oraçao, e tambem.. tirar o mau que existia no povo benjamitas, para ser curado de sua promiscuidade e maudade. "ha mau que vem pra bem" O que tu pode me dizer sobre isso Pastora?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não creio que Deus está a favor desta catástrofe, existe a vontade de Deus e a permissão de Deus, Ele permitiu que tal ato acontecesse mas de modo algum ele ai colabora para tal situação. Em todo tempo Deus nos dá chance de nos reaproximar dEle, Ele não precisaria usar o mal em seu favor.

      Excluir
    2. Vamos orar ne, pra que Deus nos ensina fazer sempre o certo, obrigada queridos, continue deixando seus comentarios para nossa edificação.

      Excluir
  6. Muito forte,acho q Jesus nunca desamparados ,e por várias vzs fala conosco ,nos aviza do mal,gente as pessoas acham mas fácil seguir seus próprios caminhos e q quando há uma refeiçao de seu chamado"aquele homem levita era descendente de rei por certo ele deveria ocupar o trono e reinar ,mas rejeitou seu chamado ,talvez achou q não conseguiria ,ou algo mas profundo acho q o medo afastou a ele da presença do altíssimo ,muitos não aceitao o seu chamado então acabam desapontando Deus,a pessoa insegura e fácil de ter opressões,uma brexa onde o inimigo trabalha imagino ele com um remorco,talvez ele não tinha fo RCA pra sair dali ,então em sua instabilidade ou seja afastamento do pai causou ele procurar prencher aquele vazio ,quantos se encontram assim.digo a TDs obedecer ,aceitar seu chamado e inteligência e agrada a Deus,e não traz consequência a pessoas inocente,gente levita carregava o nome de jeovar sua agora e manchete sua vd deturpada,cuidado VC q leva a honra de ser considerado uma pessoa com cargo eclesiartico vigia pra o nome do nosso Deus não ser blasfemadores ,acho q por isso os outros se humilharam a Deus pq se não fosse assim nessa história nosso Deus teria SD envergonhado mas ele e Deus e nunca será envergonhado por ninguém,Jesus uzara sua sabedoria e em td e qualquer situação TDs iram saber q ele e Deus,.

    ResponderExcluir
  7. Muito forte,acho q Jesus nunca desamparados ,e por várias vzs fala conosco ,nos aviza do mal,gente as pessoas acham mas fácil seguir seus próprios caminhos e q quando há uma refeiçao de seu chamado"aquele homem levita era descendente de rei por certo ele deveria ocupar o trono e reinar ,mas rejeitou seu chamado ,talvez achou q não conseguiria ,ou algo mas profundo acho q o medo afastou a ele da presença do altíssimo ,muitos não aceitao o seu chamado então acabam desapontando Deus,a pessoa insegura e fácil de ter opressões,uma brexa onde o inimigo trabalha imagino ele com um remorco,talvez ele não tinha fo RCA pra sair dali ,então em sua instabilidade ou seja afastamento do pai causou ele procurar prencher aquele vazio ,quantos se encontram assim.digo a TDs obedecer ,aceitar seu chamado e inteligência e agrada a Deus,e não traz consequência a pessoas inocente,gente levita carregava o nome de jeovar sua agora e manchete sua vd deturpada,cuidado VC q leva a honra de ser considerado uma pessoa com cargo eclesiartico vigia pra o nome do nosso Deus não ser blasfemadores ,acho q por isso os outros se humilharam a Deus pq se não fosse assim nessa história nosso Deus teria SD envergonhado mas ele e Deus e nunca será envergonhado por ninguém,Jesus uzara sua sabedoria e em td e qualquer situação TDs iram saber q ele e Deus,.

    ResponderExcluir
  8. Maravilhoso estudo,DEUS continue irmã dando sabedoria e vigilância nos estudos da palavra de DEUS...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por nos ajudar a prosseguir a obra de Deus,... suas palavras nos ajuda, glória a Deus. Diaconisa Rosa Dias

      Excluir
  9. Homosexualidade foi taxada fortemente como pecado.
    O pai jogar a filha virgem para estupro não. Meu Deus, que pena de vocês

    ResponderExcluir
  10. Esse capítulo é bem parecido com Gênesis 19, onde os homens de Sodoma tentaram fazer a mesma coisa com os anjos de Deus, a alguma explicação para isso? Paz.

    ResponderExcluir
  11. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. Pelos comentários acerca deste post, vejo que algumas pessoas com suas críticas tolas perderam o foco do que o texto de Juízes 19 nos dá como ensinamento. O panorama em que a história do levita e sua concubina deve ser entendida é este: “o descaso dos ministros de Deus para com o Seu povo”.

    Os levitas eram ministros do Tabernáculo, a Casa de Deus que estava em Siló; eles oficiavam ao Senhor pelo povo e eram os despenseiros da religião em Israel, ou seja, eles deveriam ser o exemplo para o povo israelita. Mas, como os textos de Juízes 17 e 18 nos mostram, Jônatas, filho de Gerson, filho de Moisés que o escritor trocou pelo nome de Manassés (esquecido), pois Moisés e tudo o que o Senhor fez através dele “caiu no esquecimento” dos habitantes da região montanhosa de Efraim (eles imitaram os moradores da terra com seus cultos idólatras); é o levita que viu a idolatria na casa de Mica e que, ao invés de reconduzi-lo de vota a Deus e às Suas Leis, se acomodou no lugar que “melhor lhe parecia” (Juízes 17:9) aceitando ser sacerdote dos ídolos do lar de Mica e depois da tribo de Dã.

    Em outras traduções do texto de Juízes 19:2 diz que a mulher do levita lhe foi infiel, mas o fato dele ir buscá-la nos parece a princípio que ele a perdoou. Porém, não compreenderemos tudo o que o texto do cap. 19 nos quer ensinar sem vislumbrar como que a idolatria foi se acomodando na região de Israel, até se instalar em todo o país, ou seja, como que a nação desposada pelo Senhor se tornou uma esposa infiel voltando à casa de seu pai – às práticas do Egito – por causa da negligência dos ministros do Senhor (Leia Deut. 27:14-26); e que assim como a jovem de Belém foi tomada por concubina pelo levita, Israel também o foi pelos “ministros de Deus” sendo mais tarde entregue por eles aos filhos de Belial para ser violada e morta com tamanha indiferença - o anfitrião, o levita e seu servo nem fizeram caso do que ocorria lá fora - pois dormiram tranquilamente enquanto ela (a nação) sofria nas mãos dos malfeitores.

    Jesus disse que Ele é o bom Pastor e que o bom Pastor dá a sua vida pelas ovelhas, mas o mercenário, o que não é pastor, quando vê o vir o lobo (Benjamim é lobo – Gên. 49:27) foge, e foge porque não tem cuidado das ovelhas (João 10:1-17). Portanto, a religiosidade carnal nunca pôde salvar ninguém das garras de Satanás, e como exemplo disso temos os religiosos da época de Jesus que desprezavam seu próprio povo (João 7:48,49) e só pensavam em seus interesses pessoais, como acontece ainda hoje. Deus procura seus verdadeiros adoradores e estes são aqueles que o adoram em Espírito e não na carne, pois da carne colhe-se corrupção, mas do Espírito Santo, a vida eterna em Cristo Jesus nosso Senhor.

    Igrejaapostolicacristamanacial.blogspot.com.br

    ResponderExcluir