Total de visualizações de página

Eventos Evangélicos

terça-feira, 13 de agosto de 2013

Estudo em Efésios 4.17-32

Despojar-se da antiga vida e revestir-se da nova vida! Efésios 4. 17-32 E digo isto, e testifico no Senhor, para que não andeis mais como andam também os outros gentios, na vaidade da sua mente.
18Entenebrecidos no entendimento, separados da vida de Deus pela ignorância que há neles, pela dureza do seu coração;
19Os quais, havendo perdido todo o sentimento, se entregaram à dissolução, para com avidez cometerem toda a impureza.
20Mas vós não aprendestes assim a Cristo,
21Se é que o tendes ouvido, e nele fostes ensinados, como está a verdade em Jesus;
22Que, quanto ao trato passado, vos despojeis do velho homem, que se corrompe pelas concupscências do engano;
23E vos renoveis no espírito da vossa mente;
24E vos revistais do novo homem, que segundo Deus é criado em verdadeira justiça e santidade.
25Por isso deixai a mentira, e falai a verdade cada um com o seu próximo; porque somos membros uns dos outros.
26Irai-vos, e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira.
27Não deis lugar ao diabo.
28Aquele que furtava, não furte mais; antes trabalhe, fazendo com as mãos o que é bom, para que tenha o que repartir com o que tiver necessidade.
29Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que for boa para promover a edificação, para que dê graça aos que a ouvem.
30E não entristeçais o Espírito Santo de Deus, no qual estais selados para o dia da redenção.
31Toda a amargura, e ira, e cólera, e gritaria, e blasfêmia e toda a malícia sejam tiradas dentre vós,
32Antes sede uns para com os outros benignos, misericordiosos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus vos perdoou em Cristo.
      1] Despojar-se  da velha vida: Para alcançar o alvo de união e semelhança com Cristo, os cristãos precisam de livrar das coisas pertencentes ao antigo modo de viver. Devem abandonar as práticas nocivas, sem propósito e sem sentido, da vida gentia de outrora, quando vagavam na escuridão, separados da vida de Deus pela ignorância, resultado de endurecimento de coração, contra Deus, assim se tornaram insensíveis a verdade da luz; é pois um contraste com a vida de Jesus. Os cristãos precisam aprender a seguir o caminho de Jesus a fim de serem verdadeiramente discípulo dele, é como vestir uma roupa nova; devem despojar do velho homem e revestir da nova vida em Cristo. 2] Revestir-se da nova vida: Pensamentos, atitudes e atos, devem ser controlados pela mente,daí a necessidade de o entendimento renovado, criado em Cristo Jesus, tomar o lugar da antiga mentalidade que nos corrompia. Contudo, não obtemos o novo ser interior por meio de esforços  próprios para sermos diferentes. A nova criatura é resultado da obra de Cristo na cruz e deve ser semelhante a Deus em justiça e retidão procedentes da verdade. Essa  era nossa condição original antes da queda no jardim do Éden e é o objetivo que Paulo apresentou em 4.13. Em seguida ele trata de aspectos específicos do velho homem dos quais precisamos nos despojar a fim de podermos nos revestir do novo homem. A primeira coisa da qual precisamos nos livrar é a mentira ou falsidade, no lugar da qual devemos colocar a prática de falar a verdade com nosso próximo. Para haver verdadeira união na família da fé, seus membros precisão confiar uns nos outros. Por vezes a raiva é justificada, mas alimenta-la é pecaminoso, com isso o Diabo pode promover o mal.(26,27); furtar significa tirar de outros para beneficiar a si mesmo. Por isso, Paulo condena o furto e pede que, em seu lugar, os cristãos se dediquem ao trabalho rentável, a fim de compartilhar com outros em vez de lográ-los (28). Assim como nosso trabalho, nossas palavras também devem ser proveitosas para outros. Fofocas e maledicências devem ser substituídas por palavras edificantes. O espírito Santo opera a transformação espiritual, por meio da qual nos despojamos do velho homem e nos revestimos do novo homem. Quando recusamos passar por essa transformação, entristecemos o Espírito Santo; consequentemente, devemos evitar amargura, raiva, ódio e malícia que geram contendas. No lugar desse mau hábito, devemos cultivar a virtude da bondade, compaixão e perdão, recebemos o perdão de Deus e devemos perdoar uns aos outros. (MN. BL. AFRIC)

POR ROSA DIAS






Nenhum comentário:

Postar um comentário