Total de visualizações de página

Só Jesus Cristo salva!

sábado, 26 de janeiro de 2013

Salmo 23


Ele foi oprimido e afligido, mas não abriu a sua boca; como um cordeiro foi levado ao matadouro, e como a ovelha muda perante os seus tosquiadores, assim ele não abriu a sua boca.                 Isaías 53:7
Nota: A Ovelha é um animal de enorme importância econômica como fonte de carne, laticínios, lã e couro; é domesticada, quase sempre criada em rebanho. O manejo requer cuidados por serem animais sensíveis; além do frio, ser rival da ovelha, ainda há os diversos predadores, o principal deles ‘o lobo’. A ovelha é dócil, mansa e sem defesa própria; de certa forma, ela é inocente ao ponto de aproximar se do lobo sem espanto algum; é fértil e obediente; tem identidade própria e aceita ser tosada e lavada. 
 Um dos capítulos mais amados e lidos do Antigo Testamento é o Salmo 23. Ele é constituído de várias circunstâncias diferentes, em primeiro lugar ele é um cântico, em segundo uma oração; talvez Davi estivesse no templo, quando escreveu este salmo, expressando suas experiências quando jovem no campo, cuidando das ovelhas e também a sua experiência com o povo de Deus; o tempo todo ele cuida em falar do pastor e da ovelha. 
   O Pastor 
O pastor provê o alimento da Ovelha; ele é quem analisa se o pasto é seguro para as ovelhas, é ele quem evita maiores aborrecimentos como: espinhos, carrapichos, buracos, ervas venenosas e outros.                                                 
Eu sou o bom Pastor, e conheço as minhas ovelhas, e das minhas sou conhecido”. João 10:14                                                                                                  A. Os espinhos: O verdadeiro pastor jamais oferece aos membros palavras que venha lhes ferir ao ponto de matar, pelo contrario ele prega a exortação e logo em seguida vem com o consolo do Espírito Santo, o pastor não foi deixado para matar ninguém, e sim para curar e dar vida.
B. Os carrapichos: São as situações embaraçosas dentro da igreja, essa praga mistura ao capim e acaba enrolando na lã da ovelha e embaraça, é dever do pastor enxergar essas situações, aquilo que traz confusão tem que ser tratado.

C. Os buracos: o bom pastor analisa se no campo há algum buraco, encontrando o, de imediato ele vai isolar aquele buraco, para assim não cair nele nem uma ovelha. Muitos são os buracos que se aparece, o dever do pastor é isolar por completo os buracos que surgem,  a fim de que não caia nenhum membro em tal armadilha.  

  D. As ervas venenosas: A ovelha experiente jamais come erva amarga, ela por instinto sabe do mau que lhe  causara, mais as menos experientes, acabam por pastar qualquer coisa, assim pode acontecer com os novos convertidos, qualquer coisa serve, e é aí que mora o perigo, pode lhes causar um grande dano.

E. Ele provê a água.  O pastor é quem procura as águas tranquilas; a ovelha tem medo de águas fundas, turbulentas e sujas; de forma alguma ela se aproxima, por isto o pastor procura conduzi-las em águas tranquilas, calmas e mansas. O pastor não deve deixar seus membros se aproximarem de confusões, contendas  e dissensões.  Somos membros inteligentes, as muitas euforias, modernidades, ondas e modas, dentro das igrejas na maioria são águas turbulentas e sujas, devemos afastar antes que a correnteza nos leve para distante daquilo que é certo.
  F. Ele livra a ovelha dos seus predadores.
As moscas no período do verão são uma verdadeira tortura, depositam seus ovos, os quais mais tarde se transformam em larvas, formando então uma ferida (bicheira), se não tratada de inicio, a ovelha fica doente e chega até a morrer. Se o pastor não acudir em tempo; a ovelha bate a cabeça por varias vezes contra a árvore ou a rocha, com a intenção de aliviar a ferida, mais com isso acabam se matando, o certo é o pastor untar com óleo o focinho da ovelha, antes que esta venha ser atacada pelas moscas, mas se acontecer da ovelha pegar a bicheira, o pastor deve de imediato, lavar a ferida e cura-la, antes que seja tarde demais; o pastor deve viver bem próximo da sua ovelha; conhecê-la de perto, ao ponto de enxergar se há ou não ferimentos. O pastor tem a unção da cura, ovelha não cura ovelha, quem cura ovelha é pastor, no poder de Deus. Os lobos são predadores perigosos para as ovelhas, se uma ovelha cair na toca de lobos, já era; é dever do pastor ser os olhos das ovelhas, se por ventura alguma vier distanciar-se, o bom pastor com o maior cuidado e amor, vai atrás, e a resgata para junto das outras; o pastor é quem vigia o rebanho, se algum predador aparecer, ele o espanta.

G. Está no poder do pastor, a vara e o cajado.       
Tanto a "vara" como o "cajado" eram instrumentos usados pelo pastor para proteção das ovelhas; o pastor é o único protetor das ovelhas contra os inimigos naturais (lobos, leões, ursos, chacais, e ladrões) do rebanho. O cajado e a vara são instrumentos de bênção para as ovelhas, mas de juízo para os predadores. O pastor deve ter o amor às ovelhas e o cuidado com elas (At 20.28); deve ser, instrumento de paciência para reconduzir aquelas que porventura se desviem (Gl 6.1), ter firmeza doutrinária para ensinar, admoestar e repreender (1Tm 4.12-13), um pastor fiel a Deus proporciona balsamo às suas ovelhas. Je­sus disse:                                                                                        "Eu sou o Bom Pastor; o Bom Pastor dá sua vida pelas ove­lhas" (Jo 10:11).                                                                                                      
H. A voz do pastor é importantíssima para as ovelhas, afinal a ovelha conhece a voz do pastor. Leia com atenção essa historinha: “Era uma vez, um visitante que percorreu a Síria e encontrou três pastores de ovelhas que davam águas a seus rebanhos junto a um poço. As ovelhas estavam todas misturadas e um estranho poderia pensar que se tratava de um único rebanho. Daqui a pouco, um dos pastores se levantou e chamou: “Mene-Ah!” “Mene-Ah!”, que em árabe significa “vem comigo”. Imediatamente, umas trinta ovelhas se separaram do grupo e seguiram o seu pastor morro acima. Também o segundo pastor afastou-se um pouco e exclamou o seu “Mene-Ah!”, e seguiu com o seu rebanho. Admirado, o viajante perguntou ao pastor que tinha ficado: -Suas ovelhas me seguiriam se eu as chamasse? -Por que você não experimenta?  Respondeu ele. -E se eu usasse a sua capa e seu cajado? Não achas que elas pensariam que eu sou você. Sem nada dizer, o pastor ofereceu ao homem sua capa e seu cajado, e ficou observando com um sorriso nos lábios como o estranho chamava seu “Mene-Ah!”, “Mene-Ah!”. As ovelhas não lhe deram qualquer atenção. O pastor então explicou:
-Elas não seguiriam a nenhum outro.    
 “As minhas ovelhas ouvem a minha voz, e eu conheço-as, e elas me seguem”. João 10:27
   “Na verdade, na verdade vos digo que aquele que não entra pela porta no curral das ovelhas, mas sobe por outra parte, é ladrão e salteador. Aquele, porém, que entra pela porta é o pastor das ovelhas. A este o porteiro abre, e as ovelhas ouvem a sua voz, e chama pelo nome às suas ovelhas, e as traz para fora. E, quando tira para fora as suas ovelhas, vai adiante delas, e as ovelhas o seguem, porque conhecem a sua voz. Mas de modo nenhum seguirão o estranho, antes fugirão dele, porque não conhecem a voz dos estranhos”. João 10:1-5                                                                                                                                                                                                                              2. A ovelha:
“Porque éreis como ovelhas desgarradas; mas agora tendes voltado ao Pastor e Bispo das vossas almas”. 1 Pedro 2:25    

  
Gif de ovelha                                                                                                  A. Os bodes são chamados  de lixeiros do sertão, pois tudo que veem pela frente, tudo que parece ser apetitoso, objetos, lixos, plásticos, etc., eles comem. Mas a ovelha não sai por aí comendo qualquer coisa; ela sabe o sabor do verdadeiro capim. Ultimamente em certos altares ao invés da verdade, estão dizendo um montão de sucata; muitos membros não tem o discernimento e acaba por ingerir coisas que lá na frente lhe causará indigestão espiritual.                       “Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores”. Mateus 7:15

 B. O sono tranquilo da ovelha. A ovelha somente tem sono tranquilo, se perceber a presença do pastor nas imediações, geralmente o pastor conversa, canta ou faz outro tipo de barulho, para mostrar as ovelhas que ele esta por perto, caso contrario elas ficam inquietas a noite toda e esbarram umas nas outras, ficando assim agitadas. O membro deve querer a companhia do pastor, assim sendo sua alma fica tranquila e descansada.
 C. A ovelha é domesticada, dócil e não tem dura cerviz. Quando percebemos que um membro já bastante tempo está na igreja e ainda continua bruto, intolerante, indomável, de dura cerviz, pode não se tratar de uma ovelha e sim de um lobo entre os irmãos.
“E porá as ovelhas à sua direita, mas os bodes à esquerda”. Mateus 25:33
D. A identidade da Ovelha. gera ovelha, pastor é para pastorear .    Gif de ovelha A ovelha tem seu balido próprio, a identidade da ovelha esta no balido, o pastor conhece assim cada uma. O crente deve ter sua identidade própria, porém a muitos com varias identidade, na igreja é uma pessoa, lá fora é outra, muito difícil de ser identificado. A ovelha é indefesa. Se o predador se aproxima, a ovelha não é capaz de se livrar sozinha, o pastor é quem a defende. O membro deve ter um pastor amigo e conselheiro, pois, quando o inimigo se aproximar, o pastor estará por perto e irá protege ló, na força do Senhor. Ovelha não anda, não passeia, não dorme, não come, enfim não vive na companhia de lobos. O crente fiel não deve andar com o descrente, pois este poderá ser um predador de fé para sua vida. A Ovelha vive em grupo. A ovelha se deprime vivendo só, assim são os fiéis da casa do Senhor, sempre devem viver em comunhão com os santos, nunca se afastar, mais cada vez mais se aproximar uns dos outros, há muitos que dizem ser diferente e não quer agrupar, isto é perigoso, está exclusividade poderá leva ló para muito distante do Senhor. A ovelha aceita ser lavada e tosquiada, após ser tosquiada, sua lã dará uma tonalidade de azul reluzente, quanto mais ela é tosquiada, mais limpa e linda fica. O membro é lavado  e tosquiado por Jesus, e quanto mais for tosquiado (tirado as impureza), mais limpo, renovado e aprovado será.
Somos ovelhas do Bom Pastor e devemos comportar como tais. 

“Assim como o Pai me conhece a mim, também eu conheço o Pai, e dou a minha vida pelas ovelhas”.                  João 10:15
Recados Evangélicos

 · águas de descanso - pequenas lagoas onde as ovelhas bebem água.
·  vara - usada para enfrentar e afugentar animais selvagens.
·  cajado – usado para puxar as pernas das ovelhas quando se prendem ou içá-las quando caem.
· óleo – azeite usado para tratar os ferimentos das ovelhas. 
     
Por vossa irmã em Cristo Rosa Dias                                                                                                                                                           


Nenhum comentário:

Postar um comentário